Tóquio

Um jantar arrepiante no Vampire Cafe em Tóquio

Alguns consideram apenas um jantar, eu considero uma experiência gastronômica diferente e também divertida. Foi justamente essa a proposta de ter incluído o Vampire Cafe como uma opção de onde comer em Tóquio, ter um jantar temático e diferente.

O restaurante faz parte de uma série de estabelecimentos temáticos da rede Diamond Dining, que tem em seu portfólio alguns baseados no conto “Alice no país das maravilhas”, de temática ninja, piratas, entre outros. O Vampire Cafe está localizado no bairro de Ginza, a 4 minutos a pé da estação de metrô Ginza e assim como muitos restaurantes, ocupa um andar inteiro de um prédio no bairro, o 7º andar do prédio La Paix.

Ao chegar no prédio, fomos de elevador direto ao andar e já fomos recebidos por um funcionário todo vestido de preto, com uma maquiagem gótica, a quem nos identificamos mencionando a reserva e ele nos conduziu à nossa mesa.

Toda decoração do Vampire Cafe é em preto e vermelho, com itens macabros, teias de aranha e muitas velas que iluminam o ambiente com tom sombrio. Na entrada um tapete de glóbulos vermelhos sob nossos pés. O restaurante tem em seu salão principal algumas mesas, sendo uma delas exatamente acima de um caixão com candelabros, caveiras e muito sangue cenográfico. Circundando o salão principal, saletas com mesas para grupos menores, isoladas uma das outras por cortinas vermelhas. Foi em uma dessas saletas que ficamos.

Todos os funcionários estão customizados de acordo com a temática do restaurante e são chamados à mesa por uma sineta. Um destaque para os cardápios de comida e bebidas: um em formato de um grande livro de bruxarias e outro em formato de caixão. Os drinks são bem interessantes, cuja apresentação remete também à temática vampiresca do local. Escolhemos um feito de licor de manga, vinho tinto, suco de laranja e de abacaxi, um com limonada, suco de framboesa e ginger ale e o último com suco de toranja, blue curaçao e água tônica, que veio acompanhado de uma caveira de chocolate branco. Os nomes dos drinks estavam em japonês, por isso não os coloquei aqui.

De cortesia, o restaurante serve umas torradinhas e pastinha com um morcego de biscoito finalizando a decoração do prato. Existe um menu especial de etapas, mas optamos pelo menu a la carte. Nossas opções de comida foram: a Four-cheese Pizza que vem em formato de envelope, totalmente diferente e Spaghetti Genovese com camarão e abacate. De sobremesa pedimos a torta de chocolate brancocom sorvete de baunilha e coulis quente de frutas vermelhas. O interessante é que ela chega à mesa sólida e é flambada até que se derreta, o máximo!

A comida é boa, nada muito requintado, acho que vale mesmo conhecer pela experiência do restaurante em si, que é bem interessante. No final pedi uma foto com um dos funcionários que “gentilmente” fez uma pose, apertando minha nuca. Bem fofo (sqn)!

Algo a mencionar é que o restaurante pede que o jantar não leve mais de 2 horas de duração por causa da alta rotatividade de clientes apesar de no dia que fomos estava bem vazio. Eles também cobram uma taxa de “couvert artístico” (cover charge) e exigem um pedido mínimo de comida e bebida. 

Outro detalhe importante é a necessidade de reserva para jantar no restaurante, porém o site para fazer as reservas está apenas em japonês, então, quando chegamos em Tóquio, pedimos para o concierge do hotel reservar o restaurante para nós. O Vampire Cafe abre todos os dias de 17h às 23h, sendo o último pedido feito até às 22h.

Endereço: La Paix BUILDING 7º andar – 6-7-6 GINZA CHUOU-KU – Tel.: +81 03-3289-5360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *