livros em Amsterdam
Amsterdam

Livros em Amsterdam para inspirar um roteiro pela cidade

Quando o Leo me convidou para esse projeto de associar cidades e livros, fiquei maluca, com várias ideias na cabeça. Quem me conhece sabe que sou viciada em livros. Cresci no meio deles. Por isso, juntar histórias e viagem é unir os maiores prazeres da minha vida! Assim, escolhemos este mês, falar de livros em Amsterdam para te inspirar.

Um clássico: O Diário de Anne Frank

Pensando em livros em Amsterdam, não tem como não vir à cabeça o mais célebre de todos, que é O Diário de Anne Frank. O relato da adolescente que comoveu o mundo ao expor os seus pensamentos, sentimentos, receios e esperanças enquanto se escondia dos alemães junto com a família numa Amsterdam ocupada por nazistas.

O livro já foi traduzido para diversos idiomas. E o principal, é um livro que pode ser lido por crianças e adultos. Quando acaba não tem como você não querer correr pra cidade e visitar a Casa de Anne Frank, que está até hoje preservada. Além disso, se tornou um museu, guardando as memórias de tudo que foi vivido por Anne, sua família e amigos durante o tempo que passaram escondidos lá. O Leo já visitou e disse que é de arrepiar, emocionante e indescritível.

Como é a visita à Casa de Anne Frank em Amsterdam

Livros em Amsterdam: Thriller e Drama de Época

Se você é fã de thriller, deve ler Amsterdam, uma novela escrita em 1998 pelo britânico Ian McEwan. Considerada uma parábola moral, inteligente e repleta de humor negro, sua história gira em torno da ambição e do narcisismo diante do espectro da morte. O livro foi premiado com o Booker Prize em 1998, sendo o mais importante prêmio recebido pelo autor.

Já o drama de época Miniaturista, do autor Jessie Burton, se passa na Amsterdam do século XVII. Ele nos mostra muito bem como funcionava a sociedade holandesa da época, além de apresentar uma trama que mistura romance com mistério. Chegou a ser comparado com “O Morro dos Ventos Uivantes”.

Romance em Amsterdam

Por fim, um livro que não se passa todo em Amsterdam, mas tem a cidade como uma parte crucial da trama é A Culpa é das Estrelas do John Green. Não tem como não se encantar e se emocionar pela história da Hazel e do Augustus. E torcer para que eles consigam embarcar para Amsterdam para procurar Peter Van Houten, o autor de “Uma aflição imperial”, em busca das respostas que desejam.

Viu só? Amsterdam não é feita só de lindos canais, tamancos de madeiras e tulipas. Tem muita história, arte e literatura para te encantar. Que tal começar a conhecer a cidade lendo os livros desta lista?

Conheça ainda livros sobre Paris e livros sobre Nova York.

Juliana de la Rocque é colaboradora sazonal do Panorama de Viagem e administra o instagram Já Li, Agora É Sua Vez.

18 thoughts on “Livros em Amsterdam para inspirar um roteiro pela cidade

  1. Nossa, não tinha ligado que o livro a Culpa é das Estrelas se passa em Amsterdã. Como eu AMO a Holanda e vou adorar ler essas sugestões e relembrar nossa viagem por esse país tão incrível ❤ obrigada pelas dicas!

  2. Que bacana!
    Adorei a ideia de pensar em livros relacionados a destinos de viagem!
    Estou meio travado com a leitura neste período de quarentena, quem sabe assim não consigo voltar ao ritmo normal.
    Muito boa as sugestões de livros em Amsterdam! Acho que já vou colocar A Culpa é das Estrelas na minha listinha!

    Abraço

  3. Essas dicas de livros foram muito boas. Apesar de eu ainda não ter lido o Clássico diário de Anne Frank ja deixei anotado todos. É um estilo que nunca pensei, mas que faz todo sentido poder viajar para um destino, muitas vezes outras épocas, pelas páginas do livro. Boas recomendações.

    1. Quando tem livros que contam como a cidade era em outras épocas, é ainda mais interessante para você ter noção da diferença para a atualidade.

  4. Olá! Adorei as dicas de livros. Confesso que não conhecia os dois últimos citados no post. Precisamos de boas dicas neste momento tão complicado, portanto suas dicas caem como uma luva. Obrigado pelo post.

  5. Que artigo tão giro, adorei! Eu também viajo muitos nos livros mas o meu parceiro mais ainda. O Diário de Anne Frank também foi um livro obrigatório para mim quando fui visitar Amesterdam. Há sempre livros que marcam as nossas viagens, não acha?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *