roteiro de Bruges
Bruges

Roteiro de Bruges: o que conhecer em 1 dia

A cidade de Bruges passou a entrar nos roteiros de turistas que viajam não só para Bélgica, mas também para Amsterdam e Paris. Afinal, é possível fazer um bate-volta de trem a partir dessas cidades. Foi exatamente o que eu fiz, mas saindo de Bruxelas. Por isso, saiba o que conhecer na cidade, baseado neste roteiro de Bruges em 1 dia.

O ideal para conhecer Bruges em 1 dia é chegar logo pela manhã à cidade. Por isso, pesquise a duração da viagem de trem de onde vocês estiver a fim de chegar em Bruges ainda de manhã. Saiba como chegar de trem saindo de Bruxelas.

Roteiro de Bruges em 1 dia

Saindo da estação de trem de Bruges, já comece seu roteiro explorando o Minnewater Park. O parque fica em frente à estação, bastando apenas atravessar as ruas. Um passeio que certamente vai render muitas fotos, principalmente se estiver um dia de céu azul, como o que eu peguei em fevereiro de 2015. A principal atração do parque é o famoso Lago do Amor.

Minnewater Park em Bruges
Minnewater Park

Voltando para o ponto de partida, basta ir seguindo as placas que indicam o caminho para o centro da cidade e conhecendo um pouco mais da charmosa cidade. Eu optei por seguir pela rua Oostmeers e virei na Sint-Jan in de Meers passando pelo antigo hospital, hoje museu, Saint John Hospital.

Saindo pela rua Mariastraat, já está praticamente em frente a uma das igrejas mais famosas de Bruges, a Onze-Lieve Vrouwekerk (Igreja de Nossa Senhora). A igreja é bem bonita e abriga a única escultura de Michelangelo fora da Itália.

Siga a Mariastraat no sentido da Simon Stevinplein, praça dedicada ao matemático Simon Stevin. Ao chegar na praça, não deixe de tomar um chocolate quente na chocolateria Dumon. Na praça também tem alguns brinquedos de parque para crianças e dependendo do dia, uma feirinha de antiguidades. Virando na Steenstraat você passará por algumas lojas, caso queira parar para umas comprinhas.

Grote Markt: parada obrigatória em Bruges

Em seguida, siga para o coração da cidade, o Grote Markt, a praça principal de Bruges. É ali que estão aquelas casinhas belgas coloridas, coladas umas às outras, que sempre vemos nas fotos. Dependendo do dia e do horário há uma feira de alimentos no local, onde é possível comprar queijos, frutas e outros alimentos.

Na praça você pode visitar o famoso Campanário de Bruges e subir vários degraus até a torre Belfort. Após enfrentar uma boa fila, você sem dúvida terá vista da cidade a partir de um dos pontos mais altos. De costas para o Belfort, à sua direita estão alguns prédios históricos da cidade. Entre eles o prédios dos Correios, o Julgado Provincial e o Historium, um museu que conta a história da cidade. No prédio do Historium é possível tomar uma cerveja na loja da Duvel.

Grote Markt Bruges
Grote Markt e o Campanário de Bruges

Se já estiver com fome, existe vários restaurantes pela praça. Contudo, se a fome não for tão grande, experimente as famosas almôndegas com batata frita em uma das carrocinhas em frente ao Campanário.

No meio da praça estão as estátuas de Jan Breydel e Pieter de Coninck, açougueiro e tecelão respectivamente, que lutaram na Batalha de Golden Spurs entre a França e o condado de Flandres. Saindo pela Breidelstraat chega à praça chamada Burg, onde está o prédio da Prefeitura de Bruges e a Basiliek Heilig Bloed(Basílica do Sangue Sagrado) que é acoplada ao prédio. Ambos permitem visitação. Nesta Igreja se encontra como relíquia o sangue de Cristo (ou Sangue Sagrado) teoricamente coletado por José de Arimateia.

Um roteiro de Bruges não pode deixar de fora os canais

Se quiser, siga pela Hoogstraat até chegar na Meestraat para chegar ao Groenerei e passar pelo famoso canal de Bruges. Essa parte lembra um pouco os canais de Veneza. É possível fazer passeio de barco pelo canal, mas eu não fiz por conta da época. Percorrendo a orla do canal chega-se ao Djiver canal que é na verdade continuação do Groenerei. Sem dúvida, um passeio que deve ser feito no verão, em que horários dos tours são mais flexíveis.

canais em um roteiro de Bruges
Canais de Bruges

Confesso que fiquei com gostinho de “quero mais” ao fazer esse roteiro de Bruges em apenas um dia. Fiquei com vontade de dormir uma noite na cidade para ver como a cidade é iluminada. Se a visita for no verão, acho que vale a pena pernoitar na cidade, pois o movimento à noite deve ser maior. Sem dúvida, voltarei e farei isso.

Faça reserva de hotel em Bruges e aproveite melhor a cidade

Leo Vidal
Carioca, biólogo, apaixonado por música, filmes e sempre disposto para novas viagens. Compartilha suas dicas de viagem há mais de 5 anos, sempre antenado ao melhor da gastronomia e hotelaria.

10 thoughts on “Roteiro de Bruges: o que conhecer em 1 dia

  1. Que delícia esse roteiro de Bruges! Que arquitetura linda! Confesso que lendo seu texto também fiquei com gostinho de quero mais (mesmo sem nunca ter ido) e pensando como deve ser passar a noite em tão bonita cidade!

  2. Quando estive em Bruxelas eu queria muito ter esticado até Bruges, mas ficou pra depois e aí ficou aquela sensação de dever não cumprido. Preciso muito voltar e esse roteiro de Bruges está perfeito!

  3. Que bacana este roteiro de um dia em Bruges. Não sabia que dava para fazer bate-volta saindo de várias cidades da Europa.

    Mas realmente, passar a noite por lá deve ser especial também. Quando for vou me planejar para fazer isso.
    Você acha que 2 dias estaria de bom tamanho ou daria para ficar ainda mais?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *