tax free no Japão
Hiroshima Japão Kyoto Matsumoto Osaka Tóquio

As principais informações para o Tax Free no Japão

Quem gosta de fazer compras durante a viagem deve sempre ficar atento ao sistema de Tax Free do destino, procedimento muito comum nos países europeus. No Japão também existe a devolução da taxa das compras, mas de uma forma diferente da praticada na Europa. Saiba tudo sobre o tax free no Japão.

O que é o Tax Free?

Para os que não estão ambientados com o termo “tax free”, cuja tradução para o português seria “livre de taxas”, esse termo indica que parte dos impostos contidos no preço dos produtos poderá ser devolvida ao cliente que não reside naquele país. Ou seja, o viajante que fizer compras no destino de turismo, pode reaver o valor do imposto incluído no preço das mercadorias.

Esse imposto é o VAT, conhecido no Brasil como IVA (Imposto de Valor Agregado), que varia de acordo com o país. Essa devolução dos impostos está disponível em países da União Europeia, alguns países sul-americanos como Argentina e Uruguai, no México, Austrália e em alguns países do oriente como é o caso do Japão.

Antes de mais nada, é importante saber que a devolução do valor do imposto não vale para hotéis, restaurantes e passeios. O procedimento de “tax free” ou “taxrefund” vale apenas para artigos como perfumes, eletrônicos, roupas, enfim, artigos que vão sair do país junto com você, de volta para seu destino de origem. Normalmente existe um valor mínimo de compras para que você seja elegível a ter o valor do imposto devolvido e esse valor varia de país para país.

Antes de ler as regras de Tax Free no Japão, saiba qual moeda levar para o Japão e como fazer cambio no país.

Regras de Tax Free no Japão

Algumas regras diferentes se aplicam ao Tax Free no Japão para que o viajante tenha isenção do imposto. Por exemplo, itens considerados gerais (roupas, sapatos, acessórios, eletrônicos) comprados em um mesmo dia devem passar de ¥5.000 e sair do país dentro de 6 meses contados a partir da data de entrada do viajante. Itens considerados consumíveis (cosméticos, bebidas, comidas, cigarros) comprados em um mesmo dia devem estar entre ¥5.000 ¥500.000 e sair do país dentro de 30 dias da compra. A combinação de itens gerais e consumíveis comprados no mesmo dia, mesmo excedendo o valor de ¥5.000 não são elegíveis para a devolução do imposto.

Para compras em “tax-free shopping” tenha sempre em mãos o seu passaporte. No Japão, o valor do imposto é de 5-8% do valor da compra. Os turistas de curta permanência que gastarem acima de 5 mil ienes, num dia, nas lojas “tax free” autorizadas (com o logo da foto de capa). como as que se encontram em grandes lojas de departamentos das cidades grandes, não precisam pagar o valor da taxa. Para isso, é necessário apresentar seu passaporte constando o visto de turista (saiba como tirar seu visto para o Japão).

Minha experiência

Quando estive no Japão em agosto de 2016, o procedimento foi mais simples do que imaginei. Em lojas de rua como H&M, Zara e outras, o limite de compra para receber o tax free era de 5 mil ienes. Bastou apresentar o passaporte para que o valor da taxa nem fosse computado. Ou seja, ao invés de você ter que pedir o dinheiro de volta nos balcões de tax refund no aeroporto, como é feito na Europa, você já paga o valor sem taxas no próprio caixa da loja japonesa.

Em algumas lojas de departamento grandes, geralmente existem balcões especiais de atendimento “tax free”, com funcionários que falam inglês. Neste caso, basta você levar seu passaporte e a(s) nota(s) das compras. Aconselho sempre levar as compras junto caso de ter que mostrar. Em seguida, eles irão te devolver o dinheiro do imposto ali mesmo, retendo apenas uma taxa de serviço, que seria o equivalente a 5% do vendedor.

Importante ressaltar que em algumas lojas, eles grampeiam ou adesivam as notas fiscais das compras em seu passaporte para apresentação no aeroporto. Eu levei todas as compras feitas com tax free na mala de mão, caso precisasse mostrar no aeroporto em algum momento. Porém não foi preciso. Não sei se é esse o procedimento padrão, por isso, aconselho manter as notas em seu passaporte e estar em posse das compras. Dessa forma, você poderá mostrá-las para algum funcionário no aeroporto antes de sair do país, se necessário.

Ainda não sabe o que visitar Japão? Damos dicas de como elaborar um roteiro pelo Japão. Aproveite e faça sua reserva de hotel no Japão.

2 thoughts on “As principais informações para o Tax Free no Japão

    1. Você precisa estar dentro das regras ilustradas no post para ter o desconto da taxa. E claro, apresentar esses produtos no aeroporto, normalmente na mala de mão, para comprovar e ter realmente a isenção da taxa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *