Kyoto

Giro Giro Hitoshina: gastronomia em um kaiseki em Kyoto

O Japão é um país que desafia os turistas no quesito gastronomia, isso porque usa ingredientes típicos, encontrados apenas no arquipélago. Especificamente em Kyoto, a culinária japonesa reflete os resquícios da realeza que vivera na antiga capital, em seus restaurantes de alta gastronomia, os kaisekis. Um dos mais renomados é o Giro Giro Hitoshina e claro fomos vivenciar essa experiência gastronômica em um jantar surpresa, nesse kaiseki em Kyoto.

Os kaisekis são encontrados em outras partes do Japão, mas em Kyoto a experiência se torna completa nos restaurantes construídos em madeira, super clássicos. O Giro Giro Hitoshina está localizado próximo ao rio Kamo, em um armazém convertido já há várias décadas. A decoração é simplista e essencialmente japonesa, abrindo espaço para o grande balcão em “U”, onde nos sentamos para nosso jantar.

O menu é surpresa, ou seja, os pratos são preparados na hora com ingredientes frescos, servidos em sequência no estilo menu degustação. O chef e sua equipe são bem jovens, com cortes de cabelo modernosos, muito focados em servir os clientes no balcão e manter a alta rotatividade do restaurante. Reservas são imprescindíveis devido à popularidade do local, por isso pedimos à recepcionista do nosso hotel para fazer essa reserva para nós.

Nossa experiência gastronômica se iniciou com um gostoso croquete de enguia com molho de milho, seguido de um prato com a berinjela em várias receitas, servidas em mini-porções: tofu com berinjela, sushi de berinjela com ovas, omelete japonesa com berinjela, berinjela com miso de Kyoto e com gengibre. Para preparar o paladar para a nova sequência, um caldo de peixe com tomate, abóbora e shimeji local de Kyoto.

A etapa seguinte começou com um sashimi de robalo japonês (suzuki) com geleia feita de soja, vinagre balsâmico e gergelim, que deu um sabor diferente ao peixe. Dando prosseguimento, tempura de páprica verde de Kyoto e raiz de Lótus com molho de caranguejo e gengibre. Achei a raiz de Lótus bem ruim, textura dura, porém bem apresentada na diferente louça.

O prato mais comum – para nós ocidentais – foi o frango com molho do chef acompanhado de cebola verde, pepino e molho de gergelim. Já o último prato, sorbet de cogumelo acompanhado de soba (estilo noodle) japonês com enguia, não foi a melhor forma de finalizar nossa degustação. Pelo menos a sobremesa deu uma amenizada: sorvete de coco, doce de feijão, pudim de maracujá e melancia com rum acompanhado de chá de kyobansha.

Não ter gostado de alguns pratos não estragou minha experiência nesse kaiseki em Kyoto. Pelo contrário, mostrou que vivenciar a culinária japonesa pode ser bem desafiador, indo muito além do sushi e sashimi que estamos acostumados a comer no Brasil. Vale lembrar que os pratos variam de acordo com a data, então pode ser que sejam servidos outros no dia que você for conhecer o restaurante, que só abre para jantar.

Endereço: 420-7 Nanba-cho, Nishi-kiyamachi-dori Matsubara-sagaru, Shimogyo-ku – Tel.: (075) 343-7070

Leo Vidal
Leo Vidal
Carioca, biólogo, apaixonado por música, filmes e sempre disposto para novas viagens. Compartilha suas dicas de viagem há mais de 5 anos, sempre antenado ao melhor da gastronomia e hotelaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *