centro histórico de Bogotá
Bogotá

O que conhecer no Centro Histórico de Bogotá

A maior parte das atrações de Bogotá fica no bairro histórico La Candelaria, também conhecido como Centro histórico de Bogotá. Concentrando um grande número de museus, igrejas e prédios do governo, esta foi a região onde nasceu a capital colombiana. Por isso, mantém casas antigas restauradas em suas ruas estreitas, muitas abertas apenas para pedestres.

Plaza de Bolívar

Iniciamos nosso tour de tarde pela Plaza de Bolívar, considerada o ponto central do Centro Histórico de Bogotá. Ela é delimitada pelas Carreras 7 e 8 e as Calles 10 e 11. Ao longo do tempo, os prédios coloniais no entorno da praça foram substituídos por outros mais recentes, alterando a harmonia arquitetônica datada da época dos espanhóis. Palco de muitas manifestações populares, a praça já teve várias funções. Por exemplo, já funcionou como mercado público e até espaço para touradas. Atualmente é reduto dos turistas que circulam por ali, em meio às revoadas de pombos. No centro da praça uma estátua em bronze de Simón Bolívar. Feita pelo artista italiano Pietro Tenerani em 1846, foi o primeiro monumento público da cidade.

Igrejas no Centro Histórico de Bogotá

A praça está cercada pela Catedral Primada, uma igreja de estilo neoclássico. No local acredita-se que foi celebrada a primeira missa após a fundação de Bogotá em 1538. Foi construída em 1539 a pedido do fundador da cidade, Gonzalo Jiménez de Quesada. Seu túmulo se encontra na capela de Santa Isabel de Hungria, uma das doze presentes no templo. Junto a ele, restos de outras personalidades como o ex-presidente Antonio Nariño. A igreja foi destruída em 1785 por conta de um terremoto e a estrutura que vemos atualmente data de 1823. Seu interior está totalmente renovado, muito bem pintado, com grandes lustres em cristal e afrescos em ouro.

centro histórico de Bogotá
Catedral Primada e Centro Histórico à noite

Ao lado, encontra-se a Capela do Sagrario, joia do patrimônio arquitetônico religioso da cidade. A capela foi construída entre 1660 e 1700 no estilo barroco neogranadino, abrigando pinturas de Gregorio Vasquez. As bases da coluna de pedra esculpida suportam o arco do pórtico com vários motivos ornamentais indígenas, como sapos, flores e frutos.

Prédios Históricos e Governamentais

Do lado oposto está a Prefeitura de Bogotá, conhecida como Palácio Liévano, construído entre 1902 e 1905 em estilo francês. Do lado direito da prefeitura, está o Palácio da Justiça, endereço da Suprema Corte. No entanto, sua história é um tanto conturbada. O primeiro palácio foi destruído no “Bogotazo” em 9 de abril de 1948. Em 1961 foi reconstruído, mas em 1985 foi tomado por guerrilheiros. Posteriormente tomado pelas Forças Armadas, levando novamente à destruição do edifício. Somente em 1998, o edifício foi completado em um projeto do arquiteto Roberto Londoño. Passou a ter segurança eletrônica, janelas de segurança e estrutura anti-sísmica.

Em oposição está o Capitólio Nacional, um prédio em estilo neoclássico concluído em 1926. A fachada foi projetada por Thomas Reed, abrigando atualmente o Congresso. Com acesso pela Carrera 8, está a Casa de Nariño, edifício presidencial da Colômbia. Também construído em estilo neoclássico, data de 1948, com restauração em 1979, após os tumultos do “Bogotazo”. Visitas devem ser agendadas, mas a troca da guarda pode ser vista às quartas, sextas e domingos às 16h.

Prédios históricos e governamentais

Museus e Centros Culturais no Centro Histórico de Bogotá

Por fim, no entorno da Plaza de Bolívar estão alguns museus e centros culturais interessantes. A pé, a partir da praça chega-se facilmente por exemplo ao Museu da Independência, Casa da Moeda, Museu de Arte do Banco de la República, Museu Botero e ao Centro Cultural Gabriel Garcia Márquez, todos na Calle 11. Um pouco mais afastado, mas também acessível a pé, está o Museu do Ouro. Seguindo pela Calle 10, a partir da praça, passamos pela Igreja de Santo Ignácio de Loyola, pelo Museu Colonial e pelo Teatro Colón de Bogotá.

atração centro histórico de Bogotá
Teatro Colón de Bogotá

De todos esses museus, visitamos apenas o Museu Botero e o Museu do Ouro. Contudo, se tiver mais tempo, vale a pena se programar e conhecer os demais. Acabamos nosso tour já à noite e pegamos um táxi de volta ao nosso hotel. Faça reserva do seu hotel em Bogotá por aqui e ajude a manter o Panorama de Viagem sempre atualizado com dicas de turismo como essa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *