Valparaíso e Viña del Mar
Santiago

Valparaíso e Viña del Mar em bate-volta de Santiago

Muito comum quem vai a Santiago do Chile, agendar um bate-volta para as cidades vizinhas de Valparaíso e Viña del Mar. Foi justamente o que fizemos contratando um serviço particular que levou apenas nosso grupo para conhecer as cidades. Porém, é possível ir por conta própria ou contratando o serviço em grandes empresas de turismo.

Como chegar a Valparaíso

Para chegar a Valparaíso por conta própria, basta pegar um ônibus ao lado da estação Universidad de Santiago. A partir do Terminal de Buses Sur, saem ônibus diários e com diversos horários das viações Condor e Turbus. O percurso de ônibus é feito em 2 horas. A chance de conjugar com Viña del Mar fica por conta de transporte público.

Faça reserva de hotel em Valparaíso

Como optamos por um tour privativo, saímos cedo de Santiago, em direção a Valparaíso. O percurso de estrada é bem tranquilo e durou em torno de 90 minutos. Fizemos apenas uma parada para tirar foto na placa de indicação de Valparaíso e em seguida, direto para nossa primeira atração, La Sebastiana, a casa de Pablo Neruda na cidade. Leia mais sobre nossa visita à casa do poeta em Valparaíso.

Na Estrada para Valparaíso
Na estrada para Valparaíso e em La Sebastiana

Pelas ruas coloridas de Valparaíso

Logo após a visita à La Sebastiana, fomos percorrer as ruas da cidade. Em sua maioria são ladeiras, uma vez que a cidade se estende por mais de 40 morros cortados por ruas estreitas, com casas coloridas e muitos muros grafitados. Valparaíso é uma das cidades mais antigas do Chile, com fundação em 1544. Sua área histórica faz parte do Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO.

Ruas de Valparaíso
Ruas da Parte Alta de Valparaíso

A melhor forma de conhecer essa área de Valparaíso é a pé, com uma boa disposição para o constante sobe desce. Para ligar muitos desses morros, existem funiculares. O mais usado é o que liga a parte alta da cidade ao El Plan, a parte baixa da cidade, onde está o centro e a região portuária. Os funiculares começaram a operar entre 1883 e 1912, sendo que 15 dos que ainda operam são originais dessa época. Certamente, andar em um deles se torna um atrativo a mais.

Prédios Históricos na Parte Baixa de Valparaíso

Os prédios históricos de Valparaíso se dividem na parte alta e baixa da cidade. Na parte alta se destaca o Palácio Baburizza, uma construção de 1916 em estilo Art Nouveau, que foi residência do croata Pascual Baburizza, importante ícone na mineração. Atualmente, abriga o Museu de Belas Artes de Valparaíso com obras de arte europeias dos séculos 19 e 20, adquiridas pela família Baburizza.

A Joia do Pacífico, como também é conhecida a cidade, é sede do Poder Legislativo da nação e casa da Armada Chilena. É na parte baixa que está a a principal praça da cidade, a Plaza Sotomayor onde está o imponente Monumento a los Heroes de Iquique, uma homenagem à tripulação do navio mais antigo da marinha chilena, o “Esmeralda”, afundado durante a batalha de Iquique em 1879.

Em destaque no monumento um busto de Arturo Prat, comandante morto na batalha, cujos restos mortais se encontram em uma cripta no local. O comandante também dá nome ao píer do porto de Valparaíso, o Muelle Prat, de onde saem passeios de barco pela baía de Valparaíso. Ali também estão várias lojinhas e barracas de artesanato e souvenires e claro, placas indicando ameaça de Tsunami, que viram uma atração turística.

Prédios históricos de Valparaíso
Prédios Históricos de Valparaíso

Em frente ao monumento, o prédio neogótico da Armada do Chile chama atenção. Em coloração azul clara em homenagem às águas da costa chilena, o prédio foi construído em 1910, inspirado no Hôtel de Ville de Paris. Atualmente, quem ocupa é a marinha chilena, abrigando o comando geral da instituição – Comandaria Jefe de la Armada. Em suma, é preciso conhecer tanto a parte alta como a parte baixa da cidade. Dessa forma, você terá um panorama completo de como é Valparaíso.

Viña del Mar

Sem dúvida, vale a pena conciliar uma visita a Viña del Mar com o tour por Valparaíso. Apesar de ser uma cidade costeira, Viña ficou famosa por sediar o Festival Internacional da Canção, um festival de música que reúne grandes nomes da música no mês de fevereiro. 

Fundada em 1874, originalmente era uma grande fazenda com vinhedos. Logo após o terremoto de 1906, recebeu grande parte da elite de Valparaíso que viram no terreno plano, uma forma segura para construir grandes palácios. Entre eles, por exemplo, o Palácio Vergara, que atualmente abriga o Museo Municipal de Bellas Artes.

No entanto, o museu que chama mais atenção dos turistas é o Museo de Arqueologia e História Francisco Fonck, famoso por expor objetos pré-hispânicos de todo Chile, incluindo um Moai original da Ilha de Páscoa.

Atrações em Viña del Mar
O que conhecer em Viña del Mar

Outro marco da cidade é o Reloj de Flores cultivado desde 1962, simbolizando o título de “Cidade dos Jardins”. Feito com flores nativas no lugar dos números e ponteiros de madeira vindos da Suíça, o relógio atrai muitos turistas para fotos.

Outra atração famosa da cidade é o Castillo Wulff, construído em 1905 com inspiração nos castelos medievais, com direito a torre e bastião à beira-mar. Aliás, por fim, vale a pena dar um pulinho na praia nem que seja para molhar os pés nas águas geladas do Pacífico.

Leo Vidal
Leo Vidal
Carioca, biólogo, apaixonado por música, filmes e sempre disposto para novas viagens. Compartilha suas dicas de viagem há mais de 5 anos, sempre antenado ao melhor da gastronomia e hotelaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *