táxi em Lima
Lima

Táxi em Lima: vale a pena utilizar?

O sistema de táxi em Lima é bem diferente do que estamos acostumados aqui no Brasil. Os carros não têm taxímetro para marcar o valor da corrida, portanto é preciso negociar com o motorista o preço da corrida. A técnica de negociação nem sempre é fácil para as pessoas. Por isso, muitos turistas podem pagar preços abusivos por corridas relativamente curtas.

Táxi em Lima no Aeroporto

O primeiro contato com táxi em toda cidade acontece muitas vezes na chegada ao aeroporto. Em Lima não é diferente. Então, chegar na cidade sem saber a distância do aeroporto para o seu hotel é pedir para ser passado para trás, caso você pegue um motorista que não exerça preços justos no táxi em Lima.

Meu conselho então é perguntar no hotel em que vai ficar se eles oferecem transfer gratuito. Ou ainda se podem disponibilizar um motorista para recebê-lo no aeroporto. Caso não seja possível, pergunte ao hotel quanto dá um táxi do aeroporto até lá normalmente. Dessa forma você passa a ter uma ideia de preço ao chegar no aeroporto.

Quando fui a Lima em abril de 2014, recomendaram usar a companhia de táxi Taxi Green para o trajeto aeroporto-hotel. No entanto, o hotel que me hospedei ofereceu serviço de táxi em Lima pago diretamente ao motorista para tal trajeto. Logo, não posso opinar sobre a companhia, mas passo adiante a recomendação.

Atualmente, o serviço de Uber funciona no Peru, e claro Lima. Porém, é importante ter em mente que os valores são na moeda local, posteriormente aparecendo como valor em dólar no cartão de crédito.

Faça reserva do seu hotel em Lima e economize na hospedagem

Táxi na cidade

Já na cidade, você verá que nem todo táxi em Lima é um carro novo. Acredito que em Lima não tenha um sistema de vistoria anual de veículos como aqui no Brasil. Então é possível ver carros bem velhos, muitos às vezes em péssimo estado. Amigos relataram o mesmo para o uber. Então, uma dica: não saia fazendo sinal para qualquer táxi na rua sem antes conferir se o veículo está em bom estado.

Se possível, sonde com a recepção do hotel ou algum vendedor de loja ou até a recepcionista do restaurante onde você comeu, quanto daria mais ou menos o táxi do local que você está para onde você pretende ir. Eles estão acostumados a informar e até podem indicar algum ponto de táxi mais próximo. Com essa base de preço, fica mais fácil você negociar com o motorista um preço que seja justo, sem ser passado para trás.

Nos pontos de táxi em Lima, alguns motoristas já exibem uma tabela com preços saindo daquele local para os principais bairros da cidade. Segundo eles é o preço justo para a corrida e nesse caso fica mais difícil negociar.

Como negociar corrida de táxi em Lima

  • Antes de entrar no táxi em Lima, fale ao motorista o bairro para onde está indo. Dessa forma, fica mais fácil, pois alguns motoristas podem não conhecer exatamente o local ou rua.
  • Se possível, tenha o endereço completo, para facilitar. Se o preço que o motorista lhe passar for conveniente, ótimo. Caso não, negocie para um preço um pouco mais baixo, levando em conta o bom senso. Isso tudo ANTES DE ENTRAR NO TÁXI.
  • Na hora de pagar a corrida do táxi em Lima, tente sempre ter o valor negociado já em mãos e trocado. Assim, ao chegar a seu destino você não ouvirá do motorista que ele não tem troco para sua nota de 100 soles, por exemplo. Isso pode gerar um impasse que possa vir a estragar seu dia.
Leo Vidal
Leo Vidal
Carioca, biólogo, apaixonado por música, filmes e sempre disposto para novas viagens. Compartilha suas dicas de viagem há mais de 5 anos, sempre antenado ao melhor da gastronomia e hotelaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *