Belém

Saldosa Maloca: um almoço na ilha do Combú

Um passeio interessante a fazer quando estiver em Belém é conhecer um pouco da Ilha do Combú. Aliar esse passeio a um bom almoço em um restaurante à beira do rio é melhor ainda. Escolhemos o Saldosa Maloca para almoçar e contamos como foi nossa experiência.

A Ilha do Combú fica às margens do rio Guamá, próxima à capital paraense. Considerada um pedaço da Amazônia a alguns minutos de barco de Belém, a ilha é uma área de proteção de mais de 15 mil km2 e possui uma população de aproximadamente 1.800 habitantes. O acesso à ilha é bem simples, basta atravessar o rio Guamá.

Além de atividades de lazer como apreciar a natureza por meio de trilhas ecológicas, a ilha atrai turistas e moradores de Belém que pretendem tomar banho de rio e almoçar em um dos restaurantes à beira do rio. Nós escolhemos o Saldosa Maloca e para chegar lá, usamos o transporte de barcos.

Nosso ponto de partida foi a praça Princesa Isabel, próximo à Marina B&B na Avenida Bernardo Sayão, bairro Condor. Dali saem barcos de pequeno porte em intervalos regulares levando para vários restaurantes da Ilha do Combú. O valor da travessia foi de R$ 5 (o trecho) em novembro de 2016 e bastou informar que nosso destino era o restaurante Saldosa Maloca. A travessia é bem tranquila e durou em média 15 minutos.

Ao chegar no Saldosa Maloca, já vimos várias pessoas tomando banho de rio, abaixo do cais de madeira onde o barco nos deixou. Com uma infraestrutura simples e confortável, o Saldosa Maloca têm atividades de lazer, como parquinhos para as crianças e trilhas ecológicas para quem quiser se aventurar ilha adentro. Acabei não tomando banho de rio, aproveitei mesmo para provar as delícias do restaurante, que funciona há 35 anos no Combu.

O nome vem da música de Adoniran Barbosa, ídolo dos fundadores da casa. Já sobre a grafia, foi apenas um equívoco ao escreverem a placa do restaurante, que acabou se tornando marca registrada do restaurante. O atendimento é muito bom, garçons simpáticos que explicam cada prato servido.

Saldosa Maloca

Começamos com os drinks para acompanhar os petiscos de entrada: Pôr do Sol na Ilha, uma versão paraense do famoso Sex on the Beach (Grey Goose L’Orange, Sweet&Sour, suco de laranja, St. Germain e mix especial de morango); Martini Frutas Vermelhas Fizz (Martini Bianco, Mix especial de morango e framboesa e espumante) e uma caipirinha de maracujá com cachaça de jambú.

Por sugestão, escolhemos de petiscos o Brasileirinho (Bolinho de Pescada Amarela e Jambú, servido com creme de tucupi), que foi o petisco do concurso “Comida de Boteco” de 2016 e o Camarão à Saldosa Maloca (camarões rosa empanados, com molho rosê).

Como principal, escolhemos o Pescada à moda do Zé, pescada branca na brasa (pode ser frita), servida com arroz branco, farofa e vinagrete. Estava bem saboroso e deu para três pessoas tranquilamente. De sobremesa um brigadeiro de chocolate do Combú e uma porção do autêntico açaí, servido com açúcar e flocos de tapioca.

Adoramos conhecer o restaurante e um pouco mais da culinária típica do Pará. Um detalhe importante, mesmo estando do outro lado do rio, o restaurante aceita cartão, o que facilita bastante para quem não pretende carregar dinheiro. O horário de funcionamento é aos sábados e domingos das 10h às 18h.

Endereço: Margem esquerda do Rio Guamá s/n – Esquina com Igarapé Combu – (91) 9982-3396 / 8148-8396

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *