onde comer no Atacama
San Pedro de Atacama

Onde comer no Atacama – Baltinache

Certamente quando se pensa em Atacama, vem à cabeça belíssimas paisagens. No entanto, pouco se fala de onde comer no Atacama, o que acho uma pena. Afinal, come-se muito bem nos restaurantes no centrinho de San Pedro de Atacama. Em abril de 2015, um dos restaurantes que mais gostei foi o Baltinache.

Onde comer no Atacama

Antes de mais nada, é preciso ter em mente que os principais restaurantes ficam no centro. Mais especificamente na rua Caracoles. Em alguns passeios que fechei estava incluído almoço ou lanche, nesse sentido acabei não indo a tantos restaurantes. Dos que conheci no centro, meus preferidos foram o La EstakaCasa de Piedra e Blanco. Não gostei muito do tão falado Café Adobe.

Faça sua reserva de hotel no Atacama

Já o Baltinache fica fora da rua Caracoles. Localizado na Calle Domingo Atienza, por incrível que pareça onde você procure não tem número do restaurante. Então, fica mais fácil achar a direção pelo Google Maps.

Ambiente do Baltinache

É fácil de perceber a entrada durante o dia, mas à noite fica bem escondidinha. Como reservamos para às 21h, quando chegamos as outras mesas já estavam pagando ou na sobremesa. Tanto que ao final do nosso jantar, só estávamos nós no local.

É um restaurante bem pequeno, por exemplo, são sete mesas com bancos de madeira. Por isso, é bom fazer reserva. Nós reservamos para o jantar. Se você não conseguir ligar para lá, peça na recepção do hotel que você estiver ou na agência de passeios que você contratar. Certamente eles conseguirão fazer a reserva, tranquilamente.

Baltinache - onde comer no Atacama
Ambiente do Baltinache

Experiência Gastronômica no Baltinache

A comida como eles chamam é fusion indigena, que eles explicam como comida típicas com um toque gourmet. O restaurante trabalha com menu do dia. Ou seja, o cardápio muda todos os dias, por isso não será o mesmo que o meu. Na época, o menu do dia dava direito a entrada, prato principal (ou fondo) e sobremesa (postre). Dessa forma, basta escolher uma dentre as duas opções para cada etapa.

No dia que fomos a entrada era ensalada mista com folhas verdes, manga, tomate; ou crema de vegetales, uma sopa de vegetais com um pouco de queijo ralado, que foi a minha opção.

Para o prato principal tinha um pescado acompanhado de guarnição; ou a carne de guanaco acompanhada de batata cozida e maçã levemente doce e molho a base de carmenère. Esta foi a minha opção. Para quem não sabe, o guanaco é um animal da família das lhamas. A carne se assemelhou muito a uma carne assada.

De sobremesa, a escolha foi entre tiramisù e sorvete de marmelada. Eu não sou muito fã de tiramisú e optei pelo sorvete que estava delicioso. Mas quem comeu o tiramisù também adorou.

Pratos Baltinache
Pratos do Baltinache

O restaurante conta ainda com cervejas, refrigerantes, sucos e vinhos. Em suma, foi um ótimo jantar, pratos gostosos e um atendimento bem amistoso. Sem dúvida, vale a pena conhecer e ter essa experiência gastronômica no Atacama. Tem outras dicas de onde comer no Atacama? Então deixe nos comentários.

Inspire-se em nossos passeios e monte seu roteiro pelo Atacama

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *