Experiências em Belo Horizonte
Belo Horizonte

7 Experiências em Belo Horizonte fora do lugar comum

Quando fui convidado para a press trip em Belo Horizonte com curadoria do blog Coisas de Mineiro, não imaginava que iria vivenciar experiências em Belo Horizonte tão fora do comum. Claro que fizemos o roteiro turístico básico, mas vivenciar a cidade saindo do lugar comum foi o ponto alto da viagem. O melhor de tudo é que todas as experiências que tivemos, podem ser feitas por quem visita a cidade e até mesmo pelos belorizontinos.

1 – Piquenique no Mirante do Mangabeiras

Quando se fala de ter uma vista incrível de Belo Horizonte, sempre vem à mente a Praça do Papa. Realmente é uma vista linda, mas ela pode ser contemplada em uma experiência diferente. Que tal fazer um piquenique enquanto aprecia o pôr do sol de Belo Horizonte? Foi justamente isso que fizemos, ou ao menos tentamos, porque o dia não estava tão ensolarado. Contudo, não atrapalhou em nada nossa experiência.

Ainda não conhecia o Mirante do Mangabeiras e foi uma das novidades que conheci em BH. O mirante leva o nome do bairro onde está localizado e é uma área de preservação ambiental. Ali fica também o Palácio das Mangabeiras, que foi inaugurado em 1955, durante o governo de Juscelino Kubitschek.

Quem preparou nosso piquenique especial foi a Nina do À Mesa com a Nina. Um verdadeiro banquete com delícias salgadas e doces, tudo acompanhado de um delicioso vinho rosé. Foi um fim de tarde delicioso, que qualquer pessoa pode fazer igual.

Experiências em Belo Horizonte: Piquenique Mirante do Mangabeiras
Piquenique no Mirante do Mangueiras

Para qualquer evento no local, é preciso agendar e reservar o local enviando e-mail para eventosparques@pbh.gov.br. Neste e-mail basta demonstrar interesse informando dia, horário, número de pessoas e o tipo de evento que quer realizar.

A natureza no entorno do mirante é abundante, o que torna o local ainda mais especial. Por isso, para manter essa beleza natural intacta, após seu piquenique, recolha todo o lixo e leve consigo. Dessa forma, você evita que animais silvestres entrem em contato com alimentos não usuais e não polui o local.

O Mirante do Mangabeiras funciona de terça-feira a domingo, das 09h às 20h. A entrada é permitida até 19h30, mesmo para quem só quer apreciar o local.

Endereço: Rua Pedro José Pardo, 1000 – Mangabeiras – Tel.: (31) 3246-5030

2 – Aula de preparação de massas em restaurante italiano

Se você gosta de agregar uma experiência de culinária à sua viagem, essa dica cairá como uma luva. O restaurante italiano Est! Est!! Est!!! promove um Curso de Massas Artesanais em dois módulos, várias vezes ao ano. Tivemos essa experiência em forma reduzida e sinceramente, saí dali me sentindo um verdadeiro cozinheiro.

O curso é ministrado pela chef Ana Jatobá. Ele consiste de uma parte teórica sobre os diversos tipos de massa e em seguida, botamos literalmente a mão na massa. Preparamos nossa própria massa artesanal e logo após, fomos ao restaurante para experimentar alguns pratos servidos na casa. Por fim, recebemos um certificado do curso.

Curso Massa Artesanal Est
Curso de Massa Artesanal no Est

Endereço: Av. Getúlio Vargas, 107 – Funcionários – Tel.: (31) 2526-5852

3 – Descobrindo o bairro da Lagoinha

Com a mudança da capital mineira de Ouro Preto para Belo Horizonte, três bairros formaram a Praça 15 de Junho: Bonfim, Santo André e Lagoinha. Por isso, a Lagoinha é considerada um dos bairros pioneiros de Belo Horizonte. Atualmente, o bairro ficou meio esquecido, mas abriga boa parte da história da cidade.

Então, mais uma das experiências em Belo Horizonte é conhecer melhor a história do bairro e da cidade no tour oferecido pelo Daniel Queiroga do Casas da Lagoinha. Neste tour pudemos conhecer o Cemitério do Bonfim e suas curiosidades. Além disso, percorremos as ruas conhecendo detalhes sobre as casas e igrejas do bairro. O tour é recheado de histórias, lendas, referências e locais para observação.

Experiências em Belo Horizonte - Tour na Lagoinha
Tour na Lagoinha

4 – Assistir a um jogo de futebol no Mineirão

Mesmo que não seja fã de futebol, vale a pena assistir a um jogo de futebol no Mineirão. Preferencialmente, se tiver um time mineiro disputando a partida. A emoção de ver a torcida gritando e as luzes do estádio todas acesas dão um plus à experiência. É possível também fazer uma visita ao Mineirão e ao Museu do Futebol.

Endereço: Praça Doutor Waldir da Mota, 34 – Olaria – Tel.: (31) 3988-0249

5 – Concerto da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais

Assistir a um concerto da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais será uma das experiências em Belo Horizonte com um viés mais cultural. Os concertos acontecem na belíssima Sala Minas Gerais.

O exterior do prédio já é belíssimo, iluminado e com uma arquitetura arrojada. A Sala Minas Gerais foi inaugurada em fevereiro de 2015, sendo criada primeiramente a sala principal por conta da acústica, e posteriormente a parte externa. Justamente por isso, é um espaço de escuta sensível, capaz de ampliar a experiência com a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.

Concerto Filarmônica de Minas Gerais
Concerto da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais

Eu já tinha feito um tour pela Casa da Música no Porto e aprendido um pouco mais sobre a acústica nessas salas. Isso fez com que eu pudesse notar diversas semelhanças com a Sala Minas Gerais. Estão preparando um tour pela Sala Minas Gerais, ainda sem datas marcadas.

Os concertos acontecem durante todo o ano, por isso vale a pena ficar de olho na programação no site oficial. A filarmônica é formada por músicos do Brasil e de outros países, que se juntaram em 2008. São conduzidos até hoje pelo maestro Fabio Mechetti e já ganharam diversos prêmios.

A bilheteria da Sala Minas Gerais funciona de terça a sexta, de 12h a 20h, e no sábado, de 12h a 18h.

Endereço: Rua Tenente Brito Melo, 1090 – Tel.: (31) 3219-9000

6 – Degustação de Cerveja na Backer

O Templo Cervejeiro da Backer é um complexo que abriga a fábrica da cervejaria Backer, a drinkeria e bar Lebbos, a loja de souvenir, o restaurante e, dentro dele, a uisqueria, onde tem música ao vivo. Ali são produzidos todos os rótulos da cerveja Backer, assim como o gin e uísque da marca.

A degustação acontece aos sábados pela manhã conduzida pela mestre cervejeira Tatiana Paro. Além disso, é feita uma visita guiada à fábrica da cervejaria. Nela o visitante pode conhecer o processo de fabricação. Essa visita deve ser agendada pelo telefone.

Durante nossa experiência, pudemos conhecer cinco cervejas servidas nas famosas réguas de degustação. A cerveja Brava já recebeu 23 medalhas, tem maturação em barril de umburana, 9% de torrefação do malte. A Pele Vermelha é uma IPA da linha 3 Lobos com 7,8% de teor alcoólico e 58 de IBU. A Medieval é uma belgian blonde ale com 6,5% de teor alcoólico, apelidada de cerveja do amor, por ser leve para se beber. Já a Capitão Sênior é uma cerveja de trigo com capim limão de IBU 18 e teor alcoólico em 5,3%. Por fim, a Exterminador de Trigo, perfeita para harmonizar com bruschetta e peixes.

Experiências em Belo Horizonte: degustação de cerveja
Degustação de Cerveja na Backer

Todas essas cervejas são servidas nas torneiras da cervejaria. São 17 ao todo, sendo 15 sempre com novidades. Fiquei bem curioso para experimentar o gin Lebbos da marca, mas fica para uma próxima visita a Belo Horizonte.

Endereço: R. Santa Rita, 220 – Olhos d’Água – Tel.: (31) 3228-8875

7 – Compras no Mercado Central de Belo Horizonte

Adoro visitar mercados gastronômicos dos destinos que visito. Já tinha feito isso nos mercados gastronômicos de Madrid e no St. Lawrence Market em Toronto. Por que não conhecer o principal mercado de Belo Horizonte? Foi justamente essa uma das experiências em Belo Horizonte, guiada pelo chef Edson Puiati, professor do curso de gastronomia do UNA.

O Mercado Central de Belo Horizonte está atualmente onde ficava o primeiro estádio do América Futebol Clube. Em 1964, a prefeitura não tinha condições de manter o mercado e os funcionários fizeram então uma cooperativa, que hoje forma o Mercado Central. Com isso, o mercado passou a ser cercado e coberto, sendo reformado internamente na década de 80.

Foi considerado o terceiro melhor mercado do mundo pela revista TAM nas Nuvens, ficando atrás apenas do La Boqueria em Barcelona e do Boroughmarket em Londres. Recebe em torno de 1,3 milhões de pessoas por mês. Uma curiosidade é que o mercado vende cerca de 350 toneladas de queijo por mês, o equivalente a uma Torre Eiffel de queijo.

compras no Mercado Central
Compras no Mercado Central de BH

Mas não é apenas queijo que é vendido por ali. São lojas de produtos árabes, japoneses, artesanato, bem como restaurantes da típica comida mineira. São realizadas também visitas guiadas e o balcão de informações turísticas dentro do mercado disponibiliza um mapa para que o visitante não se perca. O mercado funciona de segunda a sábado das 07h às 18h; e aos domingos das 07h às 13h.

Endereço: Av. Augusto de Lima, 744 – Centro – Tel.: (31) 3274-9434

Bônus – noite no Mercado Novo

Próximo ao Mercado Central de Belo Horizonte está o Mercado Novo. O local foi inaugurado em 1960 na intenção de substituir o mercado central, sem sucesso. Em 2019, surgiu a ideia de revitalização para atrair um público descolado que atualmente frequenta os bares, cafeterias, lanchonetes, lojas… um verdadeiro colab mineiro no segundo andar do prédio. A entrada é pela rua Rio Grande do Sul.

O espaço funciona às quartas das 18h às 00h; quinta e sexta-feira das 14h às 00h. Aos sábados e domingos de 12h às 18h. Certamente foi uma das experiências em Belo Horizonte que mais curti na viagem.

Endereço: Av. Olegário Maciel, 742 – Centro

A press trip para Belo Horizonte teve patrocínio da Belotur, Mineirão, Gás Produtora e curadoria do Coisas de Mineiro.

26 thoughts on “7 Experiências em Belo Horizonte fora do lugar comum

  1. Ainda não conheço Belo Horizonte, mas gostei bastante das dicas de assistir a orquestra filarmônica e do bairro da Lagoinha. Amo centros históricos, e pelo visto Belo Horizonte é repleta de história e programas culturais.

  2. Adorei tua programação super diferente. A única q não iria é a tal cervejaria que está sob investigação por uso de produtos ilícitos e fatais em alguns lotes. Vou anotar todos os outros que parecem ser incríveis

    1. A Orquestra Sinfônica foi realmente muito interessante e o melhor que tem programação para o ano inteiro, então independente de quando você visite a cidade, terá um concerto na época.

  3. Quanta coisa boa para fazer em Belo Horizonte. Só estive lá de passagem, mas acho que deve ser muito legal assistir a um jogo de futebol no Minerão. Eu amo futebol! Gostei da dica da cervejaria. Também adoro fazer degustação de cerveja e vinho!

  4. Que roteiro de experiências em Belo Horizonte bem diferentes! Adorei a dica do piquenique. A cara da riqueza! rsrs A aula de culinária me pareceu super interessante. A Backer é uma cervejaria bem legal (fui também da Walls, que super recomendo).

  5. Estou de mudança para Minas Gerais novamente, e adorei esse seu post com dicas diferentes pra fazer em Belo Horizonte e já anotei aqui. Quero ter essa experiência da aula de preparação de massas.

  6. Que demais estas dicas fora do comum sobre Belo Horizonte!
    Pretendo voltar lá em agosto, e vou reservar um tempo para visitar o bairro da Lagoinha (nunca tinha ouvido falar!)

    Adorei as dicas!
    Abraço

    1. Oi Rui, tive essas experiências em 5 dias na cidade, então reserve alguns dias para aproveitar ao máximo a cidade e esses programas fora do comum.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *