Templo da Boa Vontade
Brasília

Templo da Boa Vontade: experiência ecumênica em Brasília

Um local-símbolo do ecumenismo em Brasília é o Templo da Boa Vontade (TBV). Foi inaugurado em 21 de outubro de 1989 por José de Paiva Netto, presidente da Legião da Boa Vontade. O edifício tem forma de pirâmide, com medidas em múltiplos do número 7, por razões místicas. São 28 metros de vão e 21 metros de altura. No topo da pirâmide, há um cristal bruto com 21 kg, extraído em Cristalina (GO).

Visita ao Templo da Boa Vontade

A visita ao Templo da Boa Vontade acontece diariamente das 08h às 20h, entretanto a Nave fica aberta 24 horas. Importante ressaltar que não é permitida a entrada de bermuda. Porém, na entrada eles oferecem calças para os que trajam bermudas.

Nave do Templo da Boa Vontade

O primeiro ambiente a visitar é a Nave do TBV, local para orar e meditar. No chão há um espiral em preto e branco onde o visitante caminha, de preferência descalço, na busca do equilíbrio entre corpo e alma. Uma vez que estiver no meio do espiral, o visitante se encontra abaixo do cristal que simboliza a presença unificadora de Deus, segundo o Ecumenismo Total.

Nave do Templo da Boa Vontade
Nave do Templo da Boa Vontade

Além disso, nesta sala existe um altar com uma representação artística e ecumênica. Nela estão representados os quatro elementos básicos da Natureza – fogo, ar, terra e água. Sua posição também tem uma explicação: está no sentido leste-oeste representando a união entre o misticismo do Oriente e o pragmatismo do Ocidente.

Salão Nobre

Logo após, a visita segue para o Salão Nobre do TBV, local que abriga presentes de grandes representantes das nações mundiais. Dali, parte-se para a Sala Egípcia, único ambiente pago e com valor cobrado na hora. Localizada no subsolo, com pinturas, mobílias e esculturas egípcias. Este ambiente se destina ao restabelecimento das forças vitais do Ser, onde o visitante pode sentar-se para relaxar e meditar.

Galeria de Arte

Em seguida, chega-se à Galeria de Arte do TBV, área com exposição de obras de diversos artistas. Algumas inclusive estão à venda. Passando pela Galeria de Arte chega-se ao Memorial Alziro Zarur, fundador e primeiro presidente da Legião da Boa Vontade. Neste ambiente encontra-se uma réplica da tumba do fundador e ao fundo um painel do pintor alagoano Sátyro Marques. Além disso, pode-se observar o escritório em que Alziro trabalhava.

O ponto alto desse ambiente é a Mandala, legado deixado pela artista plástica Ula Haensell. Esse painel em cristal em dois planos simboliza o Ecumenismo Total. É sugerido ao visitante aproximar as mãos do centro da Mandala na busca de renovar as energias.

Mandala TBV
Mandala no Templo da Boa Vontade

Fonte Sagrada do Templo da Boa Vontade

Ao final da visita passa-se pela Fonte Sagrada do TBV, um local de exaltação à Natureza e à água, com uma escultura em bronze que representa Jesus, o Cristo Ecumênico. Na saída o visitante passa pelo Memorial José de Paiva Netto, inaugurado em 2006, com objetos que revivem fatos decisivos da história da Instituição, bem como fotos da infância, juventude e da vida acadêmica do presidente.

Por fim, ao lado da Nave, está o prédio do Parlamundi, inaugurado em 1994 como um espaço para realização de eventos.

Endereço: Setor de Grandes Áreas Sul 915 – lotes 75 e 76 – Asa Sul – Tel.: (61) 3114-1070

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *