Restaurante Picchi
São Paulo

Picchi: restaurante Michelin em São Paulo

Na última vez que estive em São Paulo, aproveitei para conhecer o restaurante Picchi. Como estava hospedado próximo ao restaurante, reservei uma mesa para o almoço de domingo. De culinária italiana, o restaurante nos ofereceu uma ótima experiência gastronômica em São Paulo.

Localização e histórico

Localizado na badalada Oscar Freire, rodeado por galerias de arte e lojas de grife, o Picchi é comandado pelo chef Pier Paolo Picchi. Filho de italianos, o chef já trabalhou no Filomena de Alex Atala. Além disso, teve passagens por renomados restaurantes como, por exemplo, o Casa Vissani, Balzi Rossi e Guido (na Itália) e Arola e Mugaritz (Espanha). Nove anos após voltar ao Brasil, trabalhou em alguns restaurantes até decidir abrir o seu próprio.

Com culinária essencialmente italiana, o Picchi abriu suas portas em setembro de 2014 e vem se destacando no cenário paulista. Há 4 anos consecutivos (2017-2020), mantém uma estrela Michelin do conceituado Guia de restaurantes em São Paulo e Rio de Janeiro.

Confira todos os restaurantes com estrela Michelin no Rio e SP em 2020

Ambiente do Picchi

Chegamos um pouco antes do horário de nossa reserva. Nossa mesa no ambiente interno já estava pronta. O ambiente é clássico e aconchegante, com o teto e algumas peças de arte em madeira. Quem preferir, pode optar pelas poucas mesas da varanda. 

A casa possui ainda uma adega com mais de 170 rótulos do novo ao velho mundo, sendo 30% de nacionalidade italiana. Todos recomendados pelo sommelier da casa, Ernesto Arahata. Para os apreciadores e assíduos clientes, um aquário suspenso de garrafas. Feito para serem depositados as célebres e cobiçadas garrafas de vinho ou champagne que degustarem no local.

Experiência gastronômica no Picchi

O cardápio do Picchi apresenta quatro etapas: AntipastiPrimi PiattiSecondi Piatti e Dolci. Como pegaríamos o voo de volta para o Rio no final da tarde, optamos por não tomar vinho.

Primeiramente, nos foi servido o Couvert, cobrado por pessoa a um preço justo. O couvert inclui focaccia, grissini e pães acompanhados de uma deliciosa pasta de gorgonzola, coalhada e manteiga. O grissini é viciante, daqueles que você não quer parar de comer. 

Preferimos pular as opções do Antipasti e escolher direto os pratos principais. Porém o chef nos serviu de cortesia antes dos pratos um Tortelli de legumes com fonduta de parmesão. Certamente foi uma ótima forma de começar a experiência gastronômica que teríamos em seguida.

Couvert restaurante Picchi
Couvert e Tortelli no Picchi

Pratos Principais

Para os pratos principais escolhemos três opções de massa, que são artesanais, preparadas pelo chef. Meu prato foi o Gnocchi de batata Asterix assada. Um macio nhoque de batata Asterix, levemente selado acompanhado de fonduta de parmesão trufado, servido na mesa. Fiquei na dúvida pelo Agnolotti de coelho à caçadora, com caldo de cozimento reduzido e tomilho fresco, mas como na mesa também pediram, pude experimentar e estava muito bom também. Os outros dois pedidos ficaram pelo mesmo prato, o Spaghettini negro com camarões, mini tomates, limão siciliano e ervas. Não cheguei a experimentar, mas meus amigos disseram estar ótimo.

Massas Picchi Restaurante SP
Massas

Logo após seguimos direto para a sobremesa. O motivo de não termos pedido um “segundo prato” foi o fato de querermos experimentar as sobremesas.

Sobremesa e Mignardises

Sem dúvida, a campeã foi a incrível Cho-co-la-te, uma sobremesa para fazer qualquer chocólatra feliz. Um trio composto de Brownie de Chocolate com sorvete de puro Chocolate e Calda de Chocolate. Não menos gostosa, a outra sobremesa trazia um doce de maçã como estrela do prato, acompanhado por um creme e coberto por uma massa crocante.

Por fim, um café que veio acompanhado de delicados mignardises. Entre eles: pudim de leite, creme de tapioca com coco no pote, brigadeiro de chocolate com café, uva cristalizada, biscotti com amêndoa e biscoito amanteigado. Tudo muito bem apresentado e extremamente saborosos. Uma gentileza ímpar do restaurante e do chef Pier Paolo Picchi .

Sobremesas e Mignardises
Sobremesas e Mignardises

Em suma, o atendimento no Picchi foi muito bom. Garçons cordiais e atenciosos, bem como o serviço de primeira que foi rápido, trazendo os pratos ainda quentes à mesa. O chef Pier Paolo circulou pelo salão em alguns momentos, mas infelizmente não pudemos falar a ele o quanto estivemos satisfeitos com nosso almoço. A casa merece em cada detalhe a estrela Michelin que recebeu. Com certeza voltaremos para experimentar outros pratos.

Serviço Picchi

O horário de funcionamento do Picchi para almoço é de terça a sexta das 12h às 15h, sábado das 12h às 16h e domingo das 12h às 17h. Para jantar, o horário é de terça a sábado das 19h à 00h. Não há funcionamento às segundas e no jantar aos domingos.

Endereço: Rua Oscar Freire, 533 – Jardins – Tel.: (11) 3065-5560

Crédito foto de capa: Divulgação

Leo Vidal
Leo Vidal
Carioca, biólogo, apaixonado por música, filmes e sempre disposto para novas viagens. Compartilha suas dicas de viagem há mais de 5 anos, sempre antenado ao melhor da gastronomia e hotelaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *