Baryant Park - parque em Nova York
Nova York

Bryant Park: um parque para relaxar em Nova York

Quando se pensa em parque em Nova York, logo se pensa no Central Park, que eu adoro. Mas tem um outro parque na cidade que eu tenho um carinho especial, o Bryant Park. Talvez por ser menor, mas também super badalado e agitado. Na minha opinião, impossível ir a Nova York e não passar um tempinho por ali.

História e localização do parque em Nova York

Originalmente uma olaria, o Bryant Park possui uma rica história. Em 1853, o Crystal Palace foi construído em frente ao reservatório na rua 42 com 6ª avenida. Inspirado pela grande exibição de 1851 em Londres, o local veio a se tornar, mais tarde, um acampamento da Guerra Civil. O Bryant Park nasceu oficialmente em 1884, recebendo o nome do poeta romântico e reformador cívico William Cullen Bryant, editor do New York Evening Post. Em 1911, o parque tornou-se a casa da Biblioteca Pública de Nova York com o final da construção do edifício de Belas Artes.

O projeto para o parque foi idealizado pelo arquiteto Lusby Simpson em um esquema clássico com um grande gramado central. Ao redor, passagens formais, balaústres de pedra, árvores e no extremo oeste, uma praça oval. O parque foi reaberto ao público em 14 de setembro de 1934. No final dos anos 70 se tornou reduto do tráfico de drogas e com ajuda dos irmãos Rockefeller foi criada a Corporação de Restauração do Bryant Park que trabalhou arduamente em uma revitalização do mesmo. Em abril de 1992, foi então reaberto com grandes elogios aos cidadãos nova-iorquinos e à comunidade empresarial que ajudou a financiar a renovação.

O parque está localizado no quadrilátero entre as 5ª e 6ª Avenidas e as Ruas 40 e 42. Para chegar, basta pegar as linhas B, D, F ou M do metrô e sair na estação 42 St-Bryant Park. Independente da época que você estiver em Nova York, o parque oferece atrações para os turistas e moradores da cidade. Certamente um lugar onde é possível se sentir parte do cotidiano nova-iorquino.

O que fazer no Bryant Park

Atualmente, o Bryant Park ocupa a área de aproximadamente um campo de futebol atrás da Biblioteca Pública de Nova York. É “recapeado” uma vez por ano com grama crescida em Nova Jersey. Justamente para receber os mais de mil eventos públicos e gratuitos, incluindo performances artísticas. Durante o verão é quando recebe vários eventos como cinema ao ar livre e shows de música. No inverno, a grama é substituída por uma pista de patinação no gelo com entrada gratuita.

Contudo, o movimento não está apenas na área verde do parque. O público se encontra nos bares, restaurante e quiosques para happy hour, almoço e jantar. O Bryant Park Grill com fachada revestida por hera serve o melhor da comida americana. Com um bar, pátio externo e jantar no terraço com uma linda vista atrai muitos visitantes. Por isso vale a pena reservar com antecedência caso queira uma vaga. O Bryant Park Café é o ponto certo para quem quer fazer um lanche rápido ou curtir um happy hour. Os quiosques Southwest Porch e Le Pain Quotidien também atraem o público que busca por um lanche rápido.

Bares no parque em Nova York
Bares e quiosques no Bryant Park

Monumentos no Bryant Park

Pelo parque oito monumentos ganham destaque, como, por exemplo, o monumento em homenagem ao poeta William Cullen Bryant, bem ao centro entre o Bryant Park Grill e Café, em uma cúpula. O herói mexicano Benito Juarez, o líder da independência brasileira José Bonifácio de Andrada e Silva e a escritora Gertrude Stein, são alguns dos outros homenageados em monumentos no parque.

Monumentos no Bryant Park
Monumentos no Bryant Park

Um dos grandes destaques do parque são as lixeiras que fogem do comum dos cestos de lixo de parques, apresentando decoração em verde, como se fossem revestidas por plantas. Além das mesas com tabuleiros de xadrez e outros jogos, um carrossel com 14 animais pintados a mão, atrai crianças e adultos.

A Fonte Memorial a Josephine Shaw Lowell que fica pelo lado da 6ª Avenida é um dos principais monumentos do parque em Nova York. Foi projetada pelo arquiteto Charles A. Platt, feita de granito preto em homenagem à líder reformista que fundou a Charity Organization Society. Foi o primeiro grande monumento em honra a uma mulher na cidade.

Em termos de parque em Nova York, o Bryant Park é um local convidativo para socializar e aproveitar a programação que ele oferece. O melhor é que você estará perto do burburinho da Broadway, mas em um recanto verde em plena Manhattan.

Faça sua reserva de hotel em Nova York por aqui. Você ajuda o Panorama de Viagem a estar sempre atualizado, sem pagar nada a mais por isso. Confira também a experiência no voo da LATAM de Nova York até São Paulo, vivida pelo Diego do “Uma Viagem Diferente”

Leo Vidal
Leo Vidal
Carioca, biólogo, apaixonado por música, filmes e sempre disposto para novas viagens. Compartilha suas dicas de viagem há mais de 5 anos, sempre antenado ao melhor da gastronomia e hotelaria.

18 thoughts on “Bryant Park: um parque para relaxar em Nova York

    1. Cintia,
      normal isso porque muita gente acaba passando batido pelo parque. Pensa logo no Central Park e o Bryant fica ali esquecido. Volte sim e depois me conta.

  1. Que lindo o Bryant Park e que inteligente a sua utilização pública: eventos artísticos no Verão, pista de gelo no Inverno. Se todas as cidades pensassem nos seus espaços desta forma, não haveria tantos antros de tráfico

  2. O Bryant Park é mesmo uma boa opção de passeio em Nova York. A gente acaba sempre pensando mesmo no Central Park, mas acho legal fugir do comum.

  3. Oi Leo! Eu amo o Bryant Park, principalmente na época do Natal que tem uma feirinha maravilhosa! Também adoro patinar no gelo lá. É bem mais vazio e maior que a pista do Rockfeller e igualmente charmosa!

  4. Quanto mais eu vou para Nova York, mais eu tenho motivos para querer voltar. Adorei essa sua dica do Bryant Park. Essa é uma visita que precisa estar no roteiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *