Haru Sushi Bar
EXPERIÊNCIAS GASTRONOMIA

Omakase no Haru Sushi Bar em Copacabana

Quem passa pelo discreto balcão do Haru Sushi Bar na rua Raimundo Correa em Copacabana, não imagina a experiência gastronômica que pode ter. Isso porque o restaurante e bar japonês vem se consolidando como um dos melhores o Rio. Inclusive, ganhou recentemente reconhecimento pelo Consulado do Japão no Rio de Janeiro. Fui experimentar o Menu Omakase do Haru, uma espécie de Menu Degustação e aprovei.

Ambiente do Haru Sushi Bar em Copacabana

Não é incomum que bons restaurantes japoneses estejam em locais mais discretos. Em Tóquio, por exemplo, um dos restaurantes Michelin da cidade está localizado em um local bem pequeno, com espaço para poucos clientes. Foi mais ou menos essa vibe que senti ao conhecer o Haru Sushi Bar em Copacabana. Apesar de ainda não figurar entre os Michelin cariocas, certamente você terá uma experiência gastronômica com o que há de mais fresco em termos de peixes.

O Haru teve inauguração em junho de 2014, ainda apenas com o bar de frente para a rua. Além do bar com mesas na calçada, desde maio de 2020, o Haru Sushi Bar tem uma sala no segundo andar, especialmente montada para o Menu Omakase. A promessa é de expansão com um salão ao lado, ainda para 2022.

Atrás de uma porta treliçada, está uma sala toda em madeira da Marcenaria Taniguchi, seguindo projeto do arquiteto Roberto Kubota, ambos japoneses. Dessa forma, a essência do ambiente de um restaurante japonês está impressa aos nossos olhos. Logo na entrada, uma estante decorada com garrafas de sakê, que inclusive estão à venda. O balcão em formato de L permite receber 8 pessoas por turno. O Menu Omakase do Haru Sushi Bar acontece em dois turnos, às 19h e 21h30, sempre de terça a domingo. É necessário fazer reserva.

Ambiente do Haru Sushi Bar
Ambiente do Haru Sushi Bar em Copacabana

Menu Omakase do Haru Sushi Bar

A palavra Omakase provém de uma composição do verbo “confiar” (makaseru). Ela é usada quando se faz o pedido de sushi em restaurantes. Ao pé da letra, teria como tradução o termo “deixarei por sua conta”. E é justamente isso que acontece no Haru Sushi Bar. O menu Omakase normalmente segue o mesmo padrão, com pequenas variações dependendo da sazonalidade dos insumos, mas sempre sendo uma sugestão do Sushi Shokunin. Em geral, são 20 peças, no valor de R$ 235*.

O responsável pela comida é o proprietário Menandro (Nandro) Rodrigues, enquanto o Sushi Shokunin responsável pela execução do Omakase é o Renato. Iniciamos nossa experiência gastronômica no Haru Sushi Bar com um sakê mais seco. Primeiramente, chegou à mesa em um bowl o Shawanmuchi, um flan de ovos temperado com dashi feito com katsuobushi (floco de peixe), kombu (alga) e dentro camarão e shitake. Por cima, finaliza com molho nikiri. Nandro explicou que esse é um prato muito pedido no Japão quando se quer saber se o restaurante é bom. Eu aprovei!

Shawanmuchi no Haru
O Sushi Shokunin em ação e o Shawanmuchi

Próximas Etapas do Omakase

Dando prosseguimento ao Menu Omakase do Haru Sushi Bar, um trio de Hossomaki Negui Toro, um roll de atum gordo com cebolinha. Considera-se o atum gordo uma iguaria mais refinada nos menus japoneses. Em seguida, três duplas de sashimi de diferentes peixes: atum kihada, lírio com raspa de yuzu e carapau com pasta de gengibre e cebolinha. Os dois últimos são peixes pouco conhecidos, mas bem saborosos, em especial com as combinações que ressaltam seu sabor.

Sashimi Haru Sushi Bar
Negui Toro e Sashimis

Logo após, um bolinho de arroz envolto em nori com Vieira em manteiga clarificada e sal de kombucha; e um de Piraúna To Karasumi, com um curado de ovas da tainha acima. A partir desta etapa, passamos para um sakê mais delicado que o primeiro. Seguimos com o Ebi Tako, um bolinho de arroz envolto em nori, com tartar de polvo e camarão batidinhos por cima e ovas de massago. Mais duas peças, o Ebi Shiokara com camarão e ovas de Shiokara por cima; e o de Lagostim maçaricado com yuzu espremido e maionese kewpie.

Etapas Menu Omakase Haru
Etapas do Menu Omakase

Em seguida, o Arroz de Hokkaido, com ova de truta curtida no dashi e no shoyu japonês. Ele chega à mesa com gema caipira batida e katsuobushi. Seguimos com o Uni com Atum, um bolinho de arroz com atum por fora e ovas de uni (ouriço) por dentro e limão. Foi a primeira vez que comi ovas de uni e gostei. Por fim, um sushi de atum com misso e o Atum Foie Gras com tataki de manga e tarê por cima. A última etapa do Omakase do Haru Sushi Bar foi o Tamagoyaki, o tradicional omelete japonês adocicado. Inclusive, comi muito no café da manhã nos hotéis japoneses, quando estive no Japão.

Etapas Finais Omakase Haru Sushi Bar
Etapas Finais do Menu Omakase

Considerações Finais

O Omakase do Haru Sushi Bar é mais que “comer em um restaurante japonês”. É uma verdadeira experiência gastronômica e imersão na cultura japonesa. Se você ainda não conhece, certamente vale a pena conhecer e reservar seu turno para o Omakase. Pretendo voltar em breve.

Endereço: R. Raimundo Correa, 10 – Copacabana – Tel.: (21) 2547-6867

*preço em março de 2022

Leo Vidal
Carioca, biólogo, apaixonado por música, filmes e sempre disposto para novas viagens. Compartilha suas dicas de viagem há mais de 5 anos, sempre antenado ao melhor da gastronomia e hotelaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *