arredores do Lago Zurique
Zurique

O que fazer nos arredores do Lago Zurique

Além das atrações da Cidade Antiga de Zurique, caminhar no entorno do Lago Zurique é um programa super agradável. Contemplar a beleza do próprio lago, assim como a natureza em volta, pode ser feito a pé. Seja ao largo da costa ou através de passeios de barco pelo próprio lago. Como estivemos em Zurique no inverno, optamos apenas por percorrer o entorno a pé e listamos o que conhecer nesse percurso.

O Lago Zurique

No passado o Lago Zurique (Zürichsee) era acima de tudo uma rota para o trânsito e transporte. O lago se estende em um arco de 40km de Zurique até o sopé dos Alpes Garner. Atualmente é um local popular para passeio. Com águas limpas e seguras para banho, é muito comum, no verão, ver moradores e turistas nadando pelo lago. E acreditem, mesmo no inverno, vi uma nadadora por lá.

Atrações na direção do centro da cidade

A maioria dos locais ao largo da costa conta com serviços regulares de barco durante todo o ano, sendo que o principal ponto de embarque em Zurique fica na Bürkliplatz. Esta praça foi criada após a destruição dos baluartes da fortificação anterior da cidade. O engenheiro da cidade Arnold Bürkli foi responsável pela construção da área do parque ao longo do lago de 1882 até 1887. Por isso a praça recebe seu nome, assim como o Bürkliterrasse

Em sua inauguração em 1887, o terraço foi coroado por dois enormes leões de gesso, obra de Urs Eggenschwyler, que foram removidos dois anos mais tarde. Em 1952, foi inaugurada a escultura de Hermann Hubacher, Ganymede. A obra retrata a abdução do Olimpo, retratando Zeus na forma de uma águia e seu belo amante Ganimedes.

Próximo ao píer ainda está localizado o Blumenuhr, um relógio de flores. Diferente de outros que já vi no inverno, este estava em perfeito estado. O local também abriga o mercado de vegetais “Bürklimäärt” duas vezes por semana e um mercado de pulgas todos os sábados no verão. Logo após, atravessando a rua, a fonte monumental Geiserbrunnen leva o nome do antigo arquiteto da cidade, Arnold Geiser. O artista Jakob Brüllmann esculpiu o memorial de guerra, Stierbändiger Brunnen, mais conhecido como Geiserbrunnen, inaugurado em 20 de outubro de 1911.

Ganymede no Lago Zurique
Esculturas e Relógio das Flores

Pequenos detalhes no entorno do Lago Zurique

Em seguida, ainda no passeio à beira do lago, do outro lado da rua um grande prédio em formato de castelo, que descobri ser prédio comercial. Passamos também por um pequeno parque com algumas esculturas, onde os pais levam as crianças para brincar. Me chamou atenção uma fonte datada de 1909, toda feita em mosaico. Paramos por um tempo para umas fotos e voltamos para a parte inicial do percurso, a Quaianlagen.

Detalhes Lago Zurique
Detalhes no entorno do Lago Zurique

Atrações na direção do parque

De lá seguimos na outra direção, andando um pouco mais, para chegar ao Zürichhorn Park. Nesta área verde, as pessoas se reúnem para fazer piquenique, assim como famílias que levam seus filhos para brincar no parquinho.

O que eu mais queria visitar no parque era o Chinagarten, mas infelizmente estava fechado para reforma e só abriria no verão, uma pena! Localizado entre Bellerivestrasse e Blatterwiese, na margem direita do lago, o pavilhão foi um presente da cidade parceira chinesa Kunming para a população de Zurique. O Chinagarten em Zurique pertence ao grupo dos jardins do templo e é considerado um dos jardins mais conceituados fora da China.

zurichhornk park
Zurichhorn Park

No parque também estão alguns monumentos e esculturas interessantes como por exemplo o Kugelbrunnen, uma escultura resquício da exposição “Phaenomena” de 1984. A bola de granito pesa uma tonelada e pode ser girada pela água da fonte (na época que fui estava sem água). Dessa forma, ela emerge de uma abertura, fazendo com que a esfera flutue, de acordo com a lei da hidrostática.

Outra escultura que chama atenção é Heureka, a primeira obra pública de Jean Tinguely, de 1964. A escultura cinética representa uma máquina que não tem nenhuma finalidade. Seu nome vem da expressão grega que significa “Consegui!”, com um ar irônico. A escultura foi apresentada na Exposição Nacional da Suíça em Lausanne, sendo transferida para o Zürichhorn em 1967.

Outras atrações no entorno do Lago Zurique

No entorno do Lago Zurique, existem outras áreas populares e mais distantes da parte central de Zurique. Entre elas, o Alpamare em Pfäffikon, o maior parque aquático coberto na Europa. Além disso, a passarela de madeira entre Rapperswil e Harden e a igreja barroca em Lachen. Os chocólatras podem conhecer ainda a famosa fábrica de chocolate Lindt & Sprüngli em Kilchberg. Tendo um tempo maior na cidade, vale a pena conhecer todas essas atrações.

Faça sua reserva de hotel em Zurique por aqui. Dessa forma, você ajuda o site a permanecer no ar com dicas como essa, sem pagar nada a mais por isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *