Grand Place de Bruxelas
Bruxelas

Grand Place de Bruxelas: o coração da capital belga

A Grand Place de Bruxelas é considerada o ponto principal da cidade. Além de abrigar prédios históricos, é o centro ativo da cidade, com diversos bares, lojas e restaurantes. Saiba o que conhecer na praça e arredores.

Faça sua reserva de hotel em Bruxelas

História e Arquitetura da Grand Place de Bruxelas

A Grand Place de Bruxelas exibe uma arquitetura de estilo renascentista flamengo do final do século XVI e início do século XVII. Porém, pouca coisa data realmente desse período. Afinal a praça foi reconstruída em apenas cinco anos, após ser destruída por tropas francesas em 1695, durante a guerra da Liga de Augsbourg.

A praça é ladeada por casas geminadas que abrigavam as sedes das guildas da época e então usada pelos mercadores e feirantes. A prefeitura (Hôtel de Ville) e a Casa do Rei (Maison du Roi) também dão vida a arquitetura da praça. É considerada uma das praças mais bonitas do mundo e foi inscrita como Patrimônio Mundial da UNESCO em 1998.

Prédios famosos da Grand Place

A sede do Hôtel de Ville teve boa parte da sua estrutura reconstruída, mas ainda possui a torre original. No topo, uma estátua de São Miguel. Na entrada do prédio tem um centro de informações turísticas onde é possível pegar informações sobre os principais pontos da cidade.

A Maison du Roi foi construída em 1870 em estilo neo-gótico e abriga o museu da cidade de Bruxelas. O museu foi idealizado pelo então prefeito da cidade, Charles Buls, cuja estátua em sua homenagem fica a alguns passos da Grand Place.

Prédios da Grand Place de Bruxelas
Prédios da Grand Place e estátua de Charles Buls

O Musée de la Ville de Bruxelas conta um pouco da história da cidade e é lá que estão expostas as vestimentas da estátua símbolo da cidade, o Manneken Pis. O museu fica aberto a visitação de 3ª a domingo das 10h às 17h, com exceção de 5ª feira, quando fecha às 20h. O ingresso é pago. Entretanto a entrada é gratuita no primeiro domingo de cada mês e para menores de 18 anos durante o fim de semana.

Confira outros museus de Bruxelas para visitar

Ainda na praça, chamam atenção os prédios Le Cornet – que quando fui em fevereiro de 2015 estavam em restauração. É fácil achar pois é onde fica o Starbucks. Ao lado, o Le Renard, com uma estátua de raposa na porta, que era a antiga guilda dos donos de armarinho. Na direção oposta ao Le Cornet, a Maison des Ducs de Brabant é um edifício neoclássico. Lado a lado, a Maison des Brasseurs, sede da guilda dos cervejeiros e que hoje abriga um pequeno museu da cerveja. Por fim, o prédio da guilda dos açougueiros que tem um cisne representado na porta, por isso recebendo nome de Le Cygne.

Guildas em Bruxelas
Prédios das antigas guildas

Outros atrativos da praça

Outro símbolo da praça é a estátua em bronze de Everard ‘t Serclaes, um dos resistentes à ocupação flamenga, morto nessa ocasião. Dizem que passar a mão na estátua dá sorte. Se realmente dá, não sei, mas eu quis garantir a superstição.

estátua na Grand Place de Bruxelas
Estátua de Everard ‘t Serclaes

Atualmente, a Grand Place é o local onde é armada a árvore de Natal da cidade de Bruxelas. Ademais, abriga o famoso tapete de flores (Tapis de Fleurs) por cinco dias no mês de agosto, nos anos pares. Se tiver a oportunidade de visitá-la à noite, renderá lindíssimas fotos.

Dois restaurantes merecem destaque nessa área por seu estilo típico bruxelense, o Le Roy d’Espagne e o La Chaloupe D’or (Grand Place 24-25). Não fui em nenhum dos dois, só ouvi recomendações. Então, se você experimentar algum dos dois, deixe seu comentário aqui contando sua experiência.

Leo Vidal
Leo Vidal
Carioca, biólogo, apaixonado por música, filmes e sempre disposto para novas viagens. Compartilha suas dicas de viagem há mais de 5 anos, sempre antenado ao melhor da gastronomia e hotelaria.

10 thoughts on “Grand Place de Bruxelas: o coração da capital belga

  1. Realmente a Grand Place de Bruxelas é uma das praças mais bonitas que já vi!! Agora só uma dica sobre o Everard’t Serclaes… na dúvida, melhor passar as duas mãos! Haha

    1. Dhebora, um amigo esteve lá no final do ano e me mostrou a foto da praça enfeitada para o Natal, com a árvore de Natal no centro, fica ainda mais linda.

  2. Morro de vontade de conhecer Bruxelas e esse post só me aguçou mais. Quanta beleza nesses prédios da Grand Place. Fico encantada com os detalhes da arquitetura. Certeza que também vou garantir minha fezinha e passar a mão no Everard’t Serclaes. Obrigada por compartilhar

    1. Verdade, Victoria, acho que o melhor é sentar em um dos bares/restaurantes e curtir o movimento da praça para ter uma experiência do que é Bruxelas.

  3. Em nossa viagem na Bélgica não deixamos de visitar a Grand Place e ficar só andando e observando todos os prédios e monumentos maravilhosos desse lugar icônico. Adorei as dicas e já quero ir de novo para ver alguns lugares que faltaram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *