Osaka

Dotonbori: a área mais movimentada de Osaka

A área mais agitada de Osaka, sem dúvida é a região de Dotonbori, onde se reúnem pessoas de todas as idades, com os mais diversos interesses. Com grandes galerias de lojas, restaurantes das mais variadas culinárias e atrações turísticas nos arredores, a visita a Osaka só será completa se conhecer essa região.

Para chegar a Dotonbori, a melhor forma é pegar o metrô na linha Mido-suji, saltando na estação Namba ou nas linhas Sakai-suji e Sennichimae, saltando na estação Nipponbashi. Está região é conhecida como “cidade Kuidaore”, ou uma cidade que exibe uma grande cultura culinária. Localizada entre o rio Dotonbori-gawa e a Galeria Dotonbori, está uma grande rua repleta de restaurantes servindo das mais variadas cozinhas, com destaque para os que servem frutos do mar, como camarões e caranguejos. Estes aliás são os mais fáceis de localizar, já que grandes esculturas de camarão e caranguejo figuram na fachada dos mesmos.

Mas esta rua não abriga apenas restaurantes, são várias lojas das mais tradicionais e conhecidas até as mais bizarras, vendendo artigos que nunca pensamos existir. Nessas lojas se encontra de tudo, inclusive baratos souvenires para levar de volta para casa. Por ali também é possível encontrar pachinkos (cassinos e casas com máquinas caça-níquel), bares e pubs e até alguns clubes de striptease. Com tanta opção a qualquer hora do dia, é fácil imaginar a movimentação pelas ruas e nas galerias.

Um local que reúne muitos jovens é a ponte Ebisu-bashi, acima do rio Dotonbori. Dali é possível ter uma bela vista dos prédios no entorno do rio, mas o mais fotografado é o painel com o Glico Man. O painel da marca de balas de caramelo foi instalado em 1935, sempre renovado (este é o sexto) e retrata um atleta atravessando o ponto de chegada em uma corrida. Super comum ver as pessoas tirando foto imitando a pose do painel e obviamente eu fiz o mesmo. 

A ponte une as duas partes da grande Galeria Dotonbori: a Ebisu Bashi-suji e a Shin Sai Bashi-suji, com lojas de todos os tipos e ao lado de várias lojas de departamentos como Uniqlo e H&M.

Além de toda a modernidade, nos arredores de Dotonbori, a 5 minutos a pé da estação de metrô Namba, está o Santuário Namba Yasaka, em meio a uma área residencial. Este santuário difere dos demais por apresentar uma enorme cabeça de leão Ema-Den de 12 metros de altura, construído em 1975, por esta razão, também é conhecido como o Templo do Leão. 

O santuário já possuiu sete construções padrão de templos budistas, mas foi devastado por incêndios durante a guerra. Após a restauração de Meiji, o templo foi fechado por conta da separação do Shinto e do Budismo. O que vemos hoje em dia é resultado de uma reconstrução nos anos 70. Mais um motivo para conhecer essa área tão interessante da cidade de Osaka.

Leo Vidal
Leo Vidal
Carioca, biólogo, apaixonado por música, filmes e sempre disposto para novas viagens. Compartilha suas dicas de viagem há mais de 5 anos, sempre antenado ao melhor da gastronomia e hotelaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *