atrações fora do centro de Viena
Viena

5 Atrações fora do centro de Viena que são imperdíveis

Como comentei em outro post, muitas das atrações turísticas de Viena estão no centro da cidade, facilmente acessadas a pé. Principalmente se sua hospedagem for por lá. Porém, outras atrações fora do centro de Viena também merecem ser visitadas e incluídas em seu roteiro.

1 – Igreja Votiva (Votivkirche)

Apesar de mais afastadas do centro de Viena, é fácil chegar a essas atrações fora do centro de Viena usando o U-Bahn – o metrô de Viena. Ao pegar a linha violeta (U2), saltando na estação Schottentor, sai em frente ao Sigmund Freud Park, área de lazer pública em frente à Igreja Votiva (Votivkirche).

Em estilo neogótico, recebeu consagração em 1879, na ocasião das Bodas de Prata do Imperador Franz Joseph e da Imperatriz Elisabeth (Sissi). Uma tentativa de assassinato falhada ao Imperador foi a inspiração para sua construção. Também chamada de Catedral da Ringstrasse, a igreja é uma das construções mais significativas do período do Historicismo Europeu. Quando estive em Viena, ela estava passando por uma reforma em parte da fachada, mas em nada não tirou a beleza da igreja, que apresenta um interior igualmente bonito.

Igreja Votiva - atrações fora do centro de Viena
Igreja Votiva de Viena

No parque que leva o nome de Freud muitas famílias se reúnem para piquenique ou para brincar com as crianças. Muito comum também encontrar grupos de estudantes, já que a Universidade de Viena fica em frente.

Faça reserva do seu hotel em Viena e garanta ótimos preços

2 – Freud Museum

Por falar em Freud, caminhando uns 8 minutos pela rua Berggasse até chegar ao número 19, se chega ao Freud Museum. Provavelmente o endereço mais famoso, entre as atrações fora do centro de Viena.

Na verdade, essa foi a casa onde ele viveu e trabalhou por 47 anos, entre os anos de 1891 e 1938. Foi a partir desta casa que ele partiu para o exílio na Inglaterra com sua família em 4 de junho de 1938 para escapar dos socialistas. A casa se tornou museu em 1971, com ajuda da filha mais nova do psicanalista, Anna Freud.

Freud Museum em Viena
Em frente ao Freud Museum

A visita ao museu começa como se você fosse para consulta com o criador da psicanálise, tocando a campainha, como faziam seus pacientes na época. O interior apresenta o mobiliário original tanto da casa, como do escritório de Sigmund Freud, incluindo a sala de espera e uma seleção da coleção privada de antiguidades, autógrafos e primeiras edições de suas obras freudianas. O museu ainda apresenta uma biblioteca e loja do museu. Vale a pena conhecer. Recentemente, foi restaurado e reinaugurado com novidades que não tinham, quando visitei em 2013.

3 – Prefeitura de Viena (Rathaus)

Ainda na mesma região, mais uma das atrações fora do centro de Viena é a Prefeitura de Viena (Rathaus). Caso não queira ir caminhando a partir da Igreja Votiva, a opção é pegar novamente o metrô da linha violeta (U2) e saltar na estação Rathaus.

O prédio do Rathaus foi construído por Friedrich von Schmidt, entre 1872 e 1883, se tornando o prédio vienense mais importante no estilo neogótico. Sede oficial do prefeito e local de reunião do Senado da cidade, o prédio apresenta uma torre de quase 98 metros. Além disso, abriga um dos maiores pátios internos da Europa (Arkadenhof) e o Festival Hall. A Câmara Municipal também abriga a Biblioteca Municipal e o Arquivo Regional.

Rathaus e atrações fora do centro de Viena
Fachada da Prefeitura de Viena

Numerosos eventos são realizados dentro e em frente à prefeitura. Um dos mais importantes e conhecidos é sem dúvida o Life Ball, que é realizado todos os anos em maio. Quando estive na cidade em agosto de 2013, por exemplo, estava acontecendo o Film Festival. As visitas podem ser realizadas às segundas, quartas e sextas, às 13h, não havendo necessidade de registro prévio.

4 – Donauturm

Dentre as atrações fora do centro de Viena, porém do outro lado da cidade, está a Donauturm. Também conhecida como Danube Tower Vienna, é um dos marcos mais altos da cidade e considerada uma obra-prima da engenharia.

A Torre do Danúbio foi erguida em 1964, como um símbolo orgulhoso, durante o Salão Internacional de Jardins de Viena. Para este propósito, uma área abandonada nas margens do Danúbio foi transformada em uma espaçosa área de recreação, o Parque do Danúbio. Atualmente, o marco de 252 metros de altura é um emblema do estilo dos anos 1960.

Donauturm em Viena
Vista da Torre do Danúbio

Quando estive em Viena, não fui conhecer de perto. O acesso é por um elevador expresso, que leva a um terraço panorâmico a 150 metros de altura, com uma vista panorâmica da cidade e do Danúbio. O deck de observação é parcialmente coberto por vidro e apresenta partes abertas.

Para chegar, basta pegar a linha vermelha (U1) do metrô e saltar na estação Alte Donau ou a linha U6 e saltar na estação Neue Donau. De ambas as estações de metrô, são apenas 5 minutos com o ônibus elétrico gratuito que leva diretamente para a Torre do Danúbio – e de volta. Na época eu não sabia desse ônibus e por isso fiz fotos apenas de longe.

5 – Parque Prater

No mesmo lado da cidade e acessível pelo metrô, pelas linhas vermelha (U1) ou violeta (U2), está o parque de diversões Prater. Basta saltar na estação Praterstern e conhecer esse que é um ícone entre as atracões fora do centro de Viena.

O parque abriga a famosa roda gigante, um dos símbolos mais famosos de Viena. Tanto que aparece no filme “007 – Marcado para a Morte” de 1987. Por essa razão, figura na lista de tesouros da cultura do cinema europeu pela European Film Academy em junho de 2016.

A roda gigante gigante foi inaugurada em 1897 para marcar o 50º ano da ascensão do imperador Franz Joseph ao trono. As cabines continuam no modelo original, oferecendo uma vista maravilhosa da cidade e do Prater. Cabines individuais também podem ser reservadas para jantares exclusivos e casamentos. Apesar do Prater funcionar apenas de março a outubro, a roda gigante está aberta durante o ano todo.

Parque Prater em Viena
Parque Prater

No mais, o parque de diversões apresenta mais de 250 atrações, sendo muitas comuns a outros parques do tipo como trem fantasma e montanha-russa. Uma atração interessante que atrai bastante turistas é o museu Madame Tussauds, que tem sua filial vienense no parque, com mais de 80 bonecos de cera representando celebridades nacionais e mundiais.

Claro que existem outras atrações fora do centro de Viena, mas acredito que essas são as mais interessantes a se conhecer e que não podem ficar de fora de um roteiro pela cidade.

Leo Vidal
Carioca, biólogo, apaixonado por música, filmes e sempre disposto para novas viagens. Compartilha suas dicas de viagem há mais de 5 anos, sempre antenado ao melhor da gastronomia e hotelaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *