Los Angeles

Roteiro pelas praias do sul de Los Angeles

Ao pensar em Los Angeles, muitos viajantes associam a cidade a Hollywood, Beverly Hills e o glamour das estrelas de cinema. Por isso, durante a visita à cidade californiana, não incluem visita às praias da região, em especial as praias no sul de Los Angeles.

Quem se hospeda no centro de Los Angeles, têm acesso fácil às praias de Malibu, Santa Mônica e Venice Beach, que ficam a oeste, banhadas pelo Oceano Pacífico. Nessas praias o banho é permitido, mas o entorno acaba sendo a grande atração. É o caso dos restaurantes em Malibu, dos artistas de rua em Venice Beach e o famoso parque no píer de Santa Mônica. Para aproveitar o clima de praia californiano, o ideal é seguir rumo ao sul de Los Angeles, cujas praias são mais destinadas ao lazer.

Como eu estava de carro em Los Angeles, optei por incluir no meu roteiro, um dia para fazer um tour pelas praias ao sul do centro de Los Angeles. A estrada é tranquila e bem sinalizada. Nossa primeira parada foi em Manhattan Beach, conhecida como a “Pérola do Sul de Los Angeles”, imortalizada no clássico Beach Boys, “Surfin ‘US”. Com faixa de areia larga e mar com ondas medianas, caminhar pelo píer e pelo calçadão é imperdível. Também é reduto para o voleibol e ciclistas, que utilizam a South Bay Bicycle Trail para pedalar. O extremo norte da praia, conhecido como El Porto, é um ponto de surfe extremamente popular, onde é possível ter aulas.

A parada seguinte foi em Hermosa Beach, primeiro bem no início da faixa de areia, para tirar foto na icônica casa de praia de Donna Martin, da série “Barrados no Baile” e depois estacionamos na Pier Avenue para poder mergulhar e aproveitar o sol. A praia é mais calma próximo ao píer, também com faixa de areia ampla e com as típicas cabines de salva-vidas. Quase em frente à entrada do píer, está a estátua em homenagem a Tim Kelly, surfista e salva-vidas de South Bay, que faleceu aos 24 anos em um acidente de carro, em 1964.

Seguindo pela estrada, paramos no cais de Redondo Beach, uma praia cuja maior parte de área é particular, pertencente a um clube. As comodidades incluem chuveiros, banheiros e redes de voleibol. A parte pública da praia é ótima para nadar, surfar e praticar windsurf, mas acabamos andando apenas pelo King Harbor, de onde saem passeios de barco. Caso esteja com fome já, este é um excelente local para comer, já que o cais abriga vários restaurantes e lojas.

Em um percurso mais longo, sem paradas e passando direto por Long Beach, nossa última parada foi em Huntington Beach. Talvez a mais voltada para os surfistas, tanto é que pelas ruas no entorno, está a Surfing Walk of Fame, a calçada da fama dos surfistas, com placas em homenagem a ícones do surfe mundial, como Rick Griffin e Kelly Slater. As lojas na Main Street também são muito voltadas para o esporte, vendendo itens das mais importantes marcas de surfe. Do Píer de Huntington, um marco histórico, pudemos aproveitar o visual da tarde e foi onde paramos para comer, aproveitando um restaurante mexicano na Main Street.

Como a intenção era estar de volta a Los Angeles à noite, não ficamos para apreciar o pôr do sol, mas sem dúvida, essa seria uma praia interessante para pernoitar, voltando apenas no dia seguinte para o centro de Los Angeles.

Caso queira prosseguir um pouco mais ao sul, a opção é terminar a viagem em San Diego. Se estiver em uma roadtrip pela Califórnia partindo de San Francisco, siga as dicas da Sandra sobre o que fazer na Califórnia pela Highway 1.

Leo Vidal
Carioca, biólogo, apaixonado por música, filmes e sempre disposto para novas viagens. Compartilha suas dicas de viagem há mais de 5 anos, sempre antenado ao melhor da gastronomia e hotelaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *