Região dos Lagos

Prainhas do Atalaia: um paraíso quase intocável

Arraial do Cabo, além de ser conhecida como a capital do mergulho, possui praias lindas que atraem os turistas durante todo ano. Sem dúvida, um local a conhecer quando estiver na cidade são as Prainhas do Atalaia, um verdadeiro paraíso. Mas antes de ir, leia no blog Elas Viajando o que você precisa saber sobre Arraial antes de ir.

As Prainhas do Atalaia fazem parte do Parque Estadual da Costa do Sol, criado em 2011, com uma área total aproximada de 9.841 hectares, dividida em quatro setores, cada qual abrangendo partes dos municípios de Araruama, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Saquarema e São Pedro da Aldeia.

Mesmo que esteja em outras cidades da Região dos Lagos, é possível ir até Arraial do Cabo, curtir as prainhas do Atalaia e voltar no final do dia, como fiz em minha última vez em Cabo Frio.

Para chegar às prainhas do Atalaia é preciso ir de carro e o trajeto leva em torno de 20 minutos, saindo da Prainha, região onde muitos turistas se hospedam. Saindo da Praia dos Anjos, também leva aproximadamente o mesmo tempo (24 minutos).

Até a subida que dá acesso às prainhas, o caminho é pavimentado, porém na subida em si, a estrada é de terra, então caso tenha chovido nos dias anteriores, pode ter muita lama na área. Em determinado ponto, fiscais cobrarão um valor de R$ 10 para estacionamento. Importante ressaltar que esse bilhete vale por 12 horas em quaisquer outras praias de Arraial, então guarde o bilhete.

A área de estacionamento é na verdade ao longo do caminho, portanto, quanto mais cedo chegar, mais perto do acesso à praia você conseguirá estacionar. Como chegamos cedo em um sábado, por volta das 10h, conseguimos uma boa vaga. Uma dica: já faça o contorno para estacionar na direção da saída, porque a estrada é a mesma e dependendo da quantidade de carros no local na hora da saída, pode ser que a manobra seja mais complicada. Os fiscais pedem para estacionar do lado direito.

O acesso à praia hoje é facilitado pela construção de uma grande escada de madeira, que para mim é o verdadeiro caminho para o paraíso. A praia de areia branca fina e águas límpidas e transparentes, nos remete de imediato às praias do Caribe.

Logo em frente à escada, algumas barracas espalham mesas pela areia. Normalmente eles cobram R$ 30 pelo aluguel da mesa e ali servem bebidas e petiscos. Mas se andar um pouco mais para o lado esquerdo de quem está de frente para o mar, tem uma área mais “deserta”, sem mesas, onde os banhistas podem espalhar cangas ou toalhas.

Além de aproveitar o mar e a praia, uma outra atração ali perto é a Gruta do Amor, também pelo lado esquerdo. Dependendo da maré, só é possível chegar de barco, mas nesse dia que estivemos lá, a maré estava baixa e conseguimos ir a pé. Segundo a lenda local: se entram duas pessoas na gruta, saem três. Brincadeiras a parte, é um local que vale a pena conhecer.

Para manter a praia linda, alguns cuidados devem ser tomados. Traga seu lixo de volta para jogar nas lixeiras; não fazer fogueira e nem churrascos; não levar objetos de vidro. Passamos umas duas horas na praia, porque tínhamos passeio de barco já agendado. Se tiver tempo, o pôr do sol lá do Atalaia é imperdível.

Arraial do Cabo tem muitas outras praias belíssimas, somando 16 praias no total. Minha amiga Lu listou todas as praias de Arraial do Cabo que você precisa conhecer.

2 thoughts on “Prainhas do Atalaia: um paraíso quase intocável

  1. Ainda não conheço, e quero muito conhecer! Fui ao Rio de Janeiro várias vezes, mas só fiquei na cidade! Na próxima visita, queremos dar uma passada em Arraial do Cabo, e essa Prainha é icônica demais, temos de visitar. Valeu pelas dicas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *