Central Park em Nova York
Nova York

11 atrações no Central Park em Nova York

Parque urbano mais visitados dos Estados Unidos, o Central Park em Nova York já serviu de locações para inúmeros filmes. Por isso, recebe turistas do mundo todo o ano inteiro, seja no verão ou no inverno quando está coberto de neve. Em uma área de 843 acres, são várias as atrações no Central Park para conhecer e reunimos aqui 11, as quais julgamos mais interessantes.

Inaugurado no final da década de 1850 e localizado na parte alta de Manhattan, o Central Park é uma obra de arte urbana de Frederic Law Olmstead e Calvert Vaux. O parque é mantido atualmente pela Central Park Conservancy, uma organização sem fins lucrativos, responsável por sua conservação. Apesar de parecer natural, o parque foi ajardinado e contém diversos lagos artificiais, pontes e arcos. Além disso, é considerado o lado verde de Nova York pelo Guinness Book.

O Central Park ocupa uma grande área da parte nobre de Manhattan, abrangendo as ruas 59 até 110, entre a 5ª e 8ª avenidas.

Garanta aqui seu hotel próximo ao Central Park

Quando ir ao Central Park

Apesar de ficar mais bonito em dias ensolarados, não existe uma melhor época para visitar o parque. Com paisagens bem características durante as estações do ano, no verão o parque recebe os turistas e moradores de Nova York que aproveitam para tomar banho de sol nos gramados, em específico no Great Lawn, parte oval ao centro do parque.

Durante o inverno, o verde abre espaço para o branco da neve, quando são abertas as pistas de patinação que atraem aqueles que querem curtir o parque nessa estação. Cada uma com sua beleza, mas certamente, a estação que mais gostei de visitar o parque foi no outono. Afinal, a coloração das árvores nesta época do ano, deixam o o visual ainda mais bonito para fotos.

quando conhecer o Central Park
Central Park nas diferentes estações do ano

Atrações no Central Park

Algumas atrações no Central Park não podem deixar de ser visitadas. Por isso, reunimos aqui as principais e mais interessantes. Algumas na parte oeste do parque (W – altura da 8ª avenida) e outras na parte leste (E – altura da 5ª avenida). Para fins de localização, o número ao lado das letras W e E, representa a altura das ruas (de 59 a 110).

1. Maine Monument (W 59)

Na junção da rua 59 com Columbus Circle, uma das entradas para o Central Park se dá pelo Merchant’s Gate onde está o Maine Monument em homenagem aos 260 marinheiros americanos que faleceram em 15 de fevereiro de 1898 quando o encouraçado USS Maine explodiu no porto de Havana em Cuba. Muitos atribuem a explosão como um ataque da Espanha, mas o motivo real continua desconhecido. No topo do pilar, uma escultura em bronze representa Columbia Triumphant que conforme dizem, foi feita a partir de metais recuperados do próprio Maine.

Maine Monument no Central Park
Maine Monument

2. Delacorte Music Clock (E 61-62)

No lado leste do parque, acima de um portal, está o Delacorte Music Clock, localizado próximo ao zoológico do parque e é uma grande atração para as crianças. Desde sua inauguração em 24 de junho de 1965, todos os dias entre 8h e 17h, o relógio toca uma de quarenta e quatro canções de ninar, na hora cheia. Na meia hora, o desempenho mecânico é um pouco menor. Os animais (urso, hipopótamo, bode, canguru e pinguim) com instrumentos musicais giram em uma pista ao redor do relógio, girando também, cada um em seu eixo.

Delacorte Music Clock - central park
Delacorte Music Clock

3. Central Park Zoo (E 63-66)

O zoológico do Central Park foi construído em 1984 e abriga animais de diversas regiões do mundo. Retratado na animação Madagascar, o zoo ganhou mais fama e por conseguinte atrai muitas famílias. A grande novidade é o Tisch Children’s Zoo onde as crianças podem chegar perto de alguns animais. Além disso, podem aproveitar a “Floresta Encantada” e um grande aviário.

4. Balto (E 67)

A escultura em homenagem ao famoso husky siberiano Balto, que lutou contra as condições climáticas da tundra no Alasca e ajudou a salvar as crianças do Estado, trazendo medicamentos para uma epidemia de difteria que assolou a cidade de Nome em 1925. A escultura de bronze, criada por Frederick G.R. Roth, foi dedicada ao cão puxador de trenó, em 17 de dezembro do mesmo ano.

Balto - atrações no Central Park
Escultura de Balto

5. Strawberry Fields (W 71-74)

Oficialmente dedicado em 9 de outubro de 1985, ao 45º aniversário do nascimento de Lennon. O mosaico criado por artesãos italianos e baseado em um design greco-romano, possui a palavra “Imagine”, título da famosa canção de Lennon. A viúva de Lennon, Yoko Ono, trabalhou com o arquiteto paisagista Bruce Kelly e o Central Park Conservancy para criar um local meditativo.

Strawberry Fields - Central Park
Strawberry Fields

Embora o memorial seja sombreado por árvores, é cercado de bancos e onde muitos fãs do cantor dedicam ali flores em sua memória. Ao longo do caminho perto do mosaico, está uma placa de bronze que lista os 121 países que endossam Strawberry Fields como um Jardim da Paz.

6. Hans Christian Andersen (E 73)

Localizada próximo ao Conservatory Water, na altura da rua 73, a estátua em homenagem a Hans Christian Andersen foi erguida em 1956 em comemoração ao 150º aniversário do autor de clássicos infantis como “O Patinho Feio”, que também faz parte da escultura. A obra de Georg John Lober foi feita para que as crianças possam subir e interagir com a estátua.

Hans Christian Andersen
Estátua de Hans Christian Andersen

7. Conservatory Water (E 72-75)

Originalmente uma lagoa ornamental construída como uma piscina refletindo o conservatório de vidro, o corpo de água transformou-se em um lago para barcos modelo, com inspiração nos parques parisienses. Além disso foi cenário de muitos filmes. O local se tornou popular entre as crianças pela cena do filme “ Stuart Little”. Eu mesmo quando estava visitando o local, em uma das minhas idas ao Central Park, presenciei a filmagem do brasileiro “Flores Raras”. No inverno funciona como uma pista de patinação no gelo.

atrações no Central Park
Conservatory Water

8. Alice in Wonderland (E75)

Minha atração favorita no Central Park, a estátua em bronze que retrata Alice e outras personagens da história de Lewis Carroll. “Alice no País das Maravilhas” foi erguida em 7 de maio de 1959 a pedido de George Delacorte para homenagear sua esposa Margarita. Na escultura criada pelo espanhol José de Creeft, Alice está em um cogumelo junto do Coelho, Chapeleiro Louco (inspirado em Delacorte) e o Gato Sorridente. Normalmente a estátua está cheia de turistas, portanto é preciso paciência para uma foto exclusiva.

Alice in Wonderland
Alice no País das Maravilhas

9. Bethesda Terrace e Fountain (72 – centro)

Localizado no centro do parque, na altura da rua 72 e de frente para o grande lago, The Lake, está o Bethesda Terrace e a fonte que leva o mesmo nome. No alto da coluna ao centro da fonte, o Anjo das Águas faz referência ao Evangelho de João, que descreve um anjo abençoando o Poço de Bethesda e lhe dando poderes de cura. A fonte comemora o sistema de água de Croton, que trouxe água fresca a Nova York em 1842. O anjo carrega um lírio em sua mão esquerda, como um símbolo da pureza da água e foi a única estátua que foi encomendada para o Parque.

Bethesda Terrace
Bethesda Terrace

10. Belvedere Castle e Turtle Pond (79 – centro)

Também no centro do parque, mas na altura da rua 79 está o Belvedere Castle, onde funciona um dos cinco centros de visitantes do Central Park, desde 1983. Calvert Vaux criou o castelo em miniatura em 1869 como uma estrutura que oferece a mais alta e melhor vista do parque e da paisagem adjacente. Traduzido do italiano, Belvedere significa “bela vista”.

Uma das vistas é a do Turtle Pond, que recebeu esse nome por causa do grande número de tartarugas que habitam o local. De acordo com o histórico do local, as primeiras tartarugas foram liberadas no local, no início dos anos 80. Desde 1919, o Serviço Meteorológico Nacional passa as informações climáticas de Nova York a partir da torre do castelo com a ajuda de instrumentos científicos que medem a velocidade e direção do vento.

Belvedere Castle
Belvedere Castle e Turtle Pond

11. Conservatory Garden (E 104-106)

O Conservatory Garden é um jardim de seis hectares dividido em três jardins menores, cada um com um estilo distinto: italiano, francês e inglês. A entrada principal do jardim é através da porta de Vanderbilt, na 5ª Avenida entre as ruas 104 e 105. O grande portão de ferro foi feito em Paris em 1894 e pertencia originalmente à mansão de Vanderbilt na 5ª Avenida com a rua 58.

Mais sobre o Central Park

Claro que reuni aqui as atrações no Central Park que mais me chamaram atenção ao visitar o parque. Mas aconselho andar por cada canto e descobrir novos locais. Ao visitar, pode-se notar que os bancos apresentam placas com nome de pessoas que fizeram doações para manutenção do parque, “comprando” esses bancos. Afinal, você conhece algum lugar interessante no Central Park que não está listado aqui? Então deixe a dica nos comentários.

Quem quiser, ainda pode fazer suas refeições em um dos restaurantes do parque como os famosos Tavern on the Green (W 66-67) e The Loeb Boathouse Restaurant (E 74-75), porém sugiro fazer reserva com antecedência, já que são muito procurados. Importante ressaltar que os restaurantes se mantêm abertos de abril a novembro. Portanto, consulte se na época em que for visitar o parque, eles estarão em funcionamento.

Conheça também o Bryant Park em Nova York

Chegar ao Central Park é fácil pelo metrô, mas se preferir se hospedar próximo ao parque, reserve seu hotel próximo ao parque. Dessa maneira, você conseguirá conhecer as atrações no Central Park com mais facilidade.

Leo Vidal
Leo Vidal
Carioca, biólogo, apaixonado por música, filmes e sempre disposto para novas viagens. Compartilha suas dicas de viagem há mais de 5 anos, sempre antenado ao melhor da gastronomia e hotelaria.

38 thoughts on “11 atrações no Central Park em Nova York

  1. Olá tudo bem.
    Eu nunca fui a Nova Iorque mas mei sonho é conhece-la e desfrutar das mais belas opções de passeios.Todos oa locais sao maravilhosos mais eu pelo menos visitaria o onservatory water que me parece ter uma visao excelente da cidade..

  2. Adorei. Morro de vontade de conhecer o Central Park em Nova York e nem sabia que tinha tantos pontos interessantes assim. Mas sei que ele é enorme né, acho que precisamos ficar um dia inteiro caminhando pelo parque para encontrar os pontos que mais gostamos nele.

  3. Ai que sonho conhecer esse lugar.
    Não sabia que tinha tudo isso para ver em um único local… já quero visitar todos. Adorei o post, ficou tudo bem explicadinho!

  4. Morro de vontade de conhecer esse parque tão icônico! Já o vi tantas vezes em filmes que sinto como se já tivesse ido. Está na minha lista de viagens prioritárias. Espero poder ver ao vivo um dia todos esses pontos que você citou. Parabéns pelo post.

    1. Liliam, se você já sente como se tivesse ido, tenha certeza que quando estiver lá, se sentirá dentro dos filmes que você viu e que se passam lá. Uma sensação incrível.

  5. Olá! Já falei que adoro o teu site?! Ta de parabéns.
    Eu já queria conhecer o Central Park, mas depois dessas indicações, eu tô com mais vontade ainda. Eu esperaria o tempo do mundo todinho pra tirar uma foto na estátua da Alice, que coisa tão linda!
    Parabéns pelo conteúdo e pela viagem que deve ter sido arretada.

    Abraços

  6. Nossa visita foi tão rápida ao Central Park, que deixou maior vontade de voltar. Das 11 atrações no central park Nova Iorque, faltaram algumas para visitarmos, agora tenho a certeza que preciso voltar. Adorei as dicas neste post.

  7. Adorei sua lista com as atrações no Central Park em Nova York. É um parque tão gostoso de visitar, que surpreende com o tanto de ponto turístico. E realmente não tem como não se sentir dentro de algum filme ao passear por ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *