neve em Bariloche
Bariloche

6 locais para aproveitar a neve em Bariloche

Estivemos em Bariloche no início do ano, ainda durante o verão. A paisagem na cidade durante o verão é totalmente diferente da que nos vem à cabeça. Com a temporada de inverno chegando, Bariloche se torna um dos principais destinos de neve na América do Sul. Inclusive, a cidade já registrou as primeiras nevadas no mês de abril. Se você pensa em aproveitar a temporada de neve em Bariloche, então inclua esses locais no seu roteiro de viagem.

SAIBA QUAL MOEDA LEVAR PARA A ARGENTINA

Bariloche se prepara para a chegada dos visitantes em busca das atividades esportivas de inverno. Com temperaturas beirando 0°C, o frio do outono gera expectativas para o período mais gelado do ano. A paisagem de neve em Bariloche atrai os brasileiros, que não costumam ver neve no dia a dia. Na cidade, há opções tanto para quem deseja aventura quanto para quer tranquilidade. Práticas como, por exemplo, snowboard, esqui nórdico, trenó e esqui alpino, são algumas das atrações. Saiba onde curtir neve em Bariloche e organize seu roteiro de viagem.

Onde curtir neve em Bariloche

1 – Cerro Catedral

A cerca de 20 quilômetros da cidade, é o maior centro de esqui do hemisfério sul. O local contará com novas pistas de esportes de neve em Bariloche e mais um teleférico quádruplo para este inverno. A montanha possui 34 meios de elevação capazes de transportar quase 30 mil pessoas por hora, seja de bondinho ou teleférico. Do alto, o turista pode apreciar os mirantes e as paisagens dos lagos Nahuel Huapi e Gutiérrez, além da Cordilheira dos Andes e o Cerro Tronador. Na região, há hospedagens e várias opções gastronômicas.

2 – Cerro Otto

Outro local perfeito para vislumbrar as paisagens de neve em Bariloche, fica a dez quilômetros do centro da cidade. Para chegar ao cume da montanha, há teleféricos disponíveis para os visitantes, percorrendo 2,1 quilômetros. Lá no alto, encontram-se pistas de esqui nórdico e esqui alpino. É lá que localiza-se ainda a única confeitaria giratória do país com estrutura de vidro, que permite que os usuários possam desfrutar de várias paisagens em uma mesma experiência. O Albergue Berghoff, que abriga o Museu do Esqui, é outra atração do Cerro Otto que chama a atenção dos visitantes.

GARANTA AQUI OS MELHORES PREÇOS DE HOTEL EM BARILOCHE

3 – Cerro López

A cerca de 25 quilômetros do centro de Bariloche, o ponto turístico faz parte do Circuito Chico. Localiza-se a mais de 2 mil metros acima do nível do mar, com mirantes naturais que permitem visualizar o parque nacional Nahuel Huapi. É possível ainda contratar passeios a cavalo, fazer arborismo e se aventurar com raquetes na neve em Bariloche. O destino ainda oferece uma excursão que percorre três albergues de montanha: o López, o Roca Negra e o Extremo Encantado.

4 – Cerro Challhuaco

Famoso por reunir diversas flores da Patagônia, o Cerro Challhuaco fica a 20 quilômetros do centro de Bariloche. Localizado no parque Nahuel Huapi, o destino possui um bosque de lengas, árvores típicas da região. É ali que se encontra o Espacio Neumeyer, local com atividades recreativas para todos os tipos de idade. Por exemplo, esqui, trenó e caminhadas com raquetes de neve em Bariloche.

5 – Piedras Blancas

Localizado no Cerro Otto, Piedras Blancas é o berço do esqui argentino. Constituindo-se como um parque de aventuras, o espaço tem tirolesa, teleférico, trenó, trilhas, tobogã de inverno e esqui. Para chegar ao local, basta acionar os bondinhos aéreos. O parque conta com 3 quilômetros de pistas exclusivas para praticar o skibunda ou tubing e curtir a neve em Bariloche. As vistas, a partir de Piedras Blancas, incluem os lagos Nahuel Huapi e Gutiérrez. Outra atração é o Parque Euca, que possui cinco níveis e 60 jogos e desafios, como pontes suspensas, redes, círculos de aço, tubos circulares de madeira e tirolesas. 

6 – Centro de Esqui Nórdico

Também localizado no Cerro Otto, a dez quilômetros do centro da cidade, o espaço possui estrutura para diversas atividades de neve em Bariloche. Motos de neve, caminhadas com raquete, passeios de snowmobile e o próprio esqui nórdico, que é realizado na forma horizontal. O Centro oferece aulas e aluguel de equipamentos. Lá também tem um albergue, com gastronomia regional.
 

Leo Vidal
Carioca, biólogo, apaixonado por música, filmes e sempre disposto para novas viagens. Compartilha suas dicas de viagem há mais de 5 anos, sempre antenado ao melhor da gastronomia e hotelaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *