Festival MIMO de Cinema 2019
NA TELA E NO SOM

Festival MIMO de Cinema anuncia os filmes de 2019

O Festival MIMO de Cinema nasceu em 2004, em Olinda. De lá para cá, se tornou um legado cultural que leva música, cinema, educação, ideias e poesia para o público de forma totalmente gratuita. Os filmes da edição de 2019 que serão exibidos no Rio de Janeiro e São Paulo já foram anunciados.

Idealizado por Lú Araújo, que assina a Direção Artística, o MIMO Festival alcança este ano sua 50º edição. Com formato ímpar, o Festival MIMO de Cinema tem entrada gratuita e acontecerá, pela primeira vez, em São Paulo de 22 a 24 de novembro. Já o Rio de Janeiro sedia o evento pela 4ª vez, acontecendo este ano de 29 de novembro a 1º de dezembro.

A programação do evento promove a descentralização do acesso à cultura e a disseminação da música em todas as suas formas e expressões. Em 2019, foram selecionadas 26 produções inéditas no circuito comercial. Ao todo são curta, média e longa-metragens. Além disso, o festival reúne shows, workshops, palestras e chuvas de poesia.

Filmes do Festival MIMO de Cinema 2019

Entre os longas, serão exibidos, por exemplo, “O astronauta Tupi”, filme de Pedro Bronz que percorre a carreira do artista Pedro Luis. Foi selecionado ainda “O avião tá de parabéns”, onde Egberto Gismonti e João do Pife se encontram para um papo e cantam juntos. “Sambalanço – a bossa que dança”, traz registros inéditos durante 15 anos de boates em Copacabana e bailes no subúrbio nos anos 60. Já “A história de um Silva”, conta a história do MC Bob Rum. Destaque ainda para os premiados “O Barato de Iacanga”, sobre o lendário Festival de Águas Clara e “Dorival Caymmi – um homem de afetos” uma viagem pelo universo do cantor e compositor.  

O festival recebe ainda o média-metragem “Ilú Obá De Min – Akotirenes Yibi Das Mulheres Quilombolas”, sobre a luta das mulheres quilombolas. Para os curtas, “Na rota do vento – A música no cinema de Sérgio Ricardo”, sobre o cineasta e músico Sergio Ricardo e seu processo criativo. “Viva Alfredinho!”, por exemplo, conta a trajetória do histórico bar Bip-Bip. “Ele era assim: Ary Barroso”, conta a história de um dos maiores compositores brasileiros por meio de arquivos de áudio narrados pelo próprio artista. A lista completa de filmes por cidade pode ser acessada no site do evento.

O MIMO já passou por diversas cidades brasileiras como Ouro Preto, Tiradentes, João Pessoa, Recife, Paraty e Rio de Janeiro e, em 2016, ganhou sua primeira edição internacional na linda cidade de Amarante, em Portugal. Sem dúvida, um festival que toca almas e corações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *