TURISMO

Escadaria Selarón: arte em mosaicos na Lapa

Um dos pontos turísticos mais visitados ultimamente na Lapa é a Escadaria do Convento de Santa Teresa. Nunca ouviu falar nesse nome? Talvez pelo fato dela ter ficado popularmente conhecida como Escadaria Selarón.

Histórico

A Escadaria Selarón é obra do artista chileno Jorge Selarón. O artista iniciou os trabalhos de renovação da escadaria que passa em frente à sua casa, a qual estava em péssimo estado de conservação, em 1990. De início, Selarón instalou uma série de banheiras ajardinadas. Estas foram posteriormente pintadas e adornadas com pedaços de azulejos, criando mosaicos inspirados no Parc Güell de Barcelona.

O que era pra ser um passatempo acabou virando uma obsessão que consumia praticamente todo o dinheiro do artista. Por muitas vezes, Selarón teve telefone cortado por não conseguir pagar as contas. Ele passou então a vender suas pinturas para financiar a empreitada. Por fim, após vários anos de exaustivo trabalho, a escadaria tornou-­se um sucesso. Atualmente se converteu em um belo cartão postal no centro do Rio de Janeiro.

A fama da Escadaria Selarón

A escadaria que fica a 5 minutos dos Arcos da Lapa, liga a rua Joaquim Silva à ladeira de Santa Teresa, no bairro de Santa Teresa. Ela possui mais de 200 degraus e 125 metros de comprimento. Todos eles cobertos por milhares de pedaços de azulejos coletados de escavações na cidade do Rio de Janeiro. Porém, à medida que foi ficando conhecida, passou a ter vários doadores. Pessoas do mundo todo traziam azulejos para que figurassem como parte do mosaico feito por Selarón.

Escadaria Selarón

Selarón faleceu aos 65 anos no dia 10 de janeiro de 2013. Foi encontrado morto com queimaduras, nas escadarias da Lapa. Até esse dia muitas pessoas tiveram oportunidade de incluir o artista em suas fotos. Ele posava pelos degraus, fazendo a alegria dos visitantes.

Escadaria Selarón

A notoriedade da escadaria se espalhou pelo mundo divulgada em clipes de cantores e bandas internacionais como Snoop Dogg e U2. Além disso, figurou no clipe da campanha para os Jogos Olímpicos Rio 2016. A obra já foi matéria de muitas revistas, dentre elas National Geographic e Time. Em 2005, a prefeitura da cidade deu a Selarón o título de Cidadão Honorário do Rio de Janeiro e oficializou o tombamento da escadaria.

Sem dúvida, um lugar que vale a pena ser visitando quando estiver nos arredores da Lapa. O difícil é conseguir uma foto exclusiva dentre os muitos turistas que ali estão. Mas com paciência, ou então chegando bem cedo, se consegue.

Endereço: entre a rua Joaquim Silva (Lapa) e rua Pinto Martins (Santa Teresa).

Leo Vidal
Leo Vidal
Carioca, biólogo, apaixonado por música, filmes e sempre disposto para novas viagens. Compartilha suas dicas de viagem há mais de 5 anos, sempre antenado ao melhor da gastronomia e hotelaria.

7 thoughts on “Escadaria Selarón: arte em mosaicos na Lapa

  1. O Rio é incrível, e a capacidade de fazer alguém doar seu tempo para torná-lo ainda mais encantador só reforça isso! Taí um lugar que ainda tenho que conhecer numa das idas ao Rio!

  2. Visitei a Escadaria Selarón e os Arcos da Lapa, tão perto um do outro, fáceis de conhecer em um único passeio. A Escadaria Selarón me fascinou demais com seu azulejos coloridos e raros, muitos deles vindos de fora do Brasil.
    O volume de turistas atrapalha sim as fotos, mas ao mesmo tempo, dão à atração a devida importância de um artista solitário e criativo.
    Amei conhecer e super recomendo, uma das atrações gratuitas que enchem nossos olhos na Cidade Maravilhosa.

    1. A vantagem de conhecer a Selarón é conciliar com os Arcos, Sala Cecilia Meirelles e outros prédios interessantes na área. Melhor ainda porque é gratuito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *